Cearense 2014: primeiras análises

Texto: Marques de Souza

Enquanto alguns estaduais ainda não iniciaram, o cearense, desde o dia 5 de janeiro, caminha a todo vapor. Ainda é cedo, a maioria dos clubes colocam em prática os detalhes finais de seus planejamentos, mas tirando como comparação a temporada passada e a meta dos clubes para essa temporada, é válido fazer as primeiras análises.

Tendo como exceção o Ceará, que montou um elenco de alto nível técnico para esse ano de 2014 e o Guarany de Sobral, que não participarão da primeira fase do certame estadual por estarem representando o estado do Ceará na Copa do Nordeste, que teve seu início nesta sexta (17), iniciemos as primeiras análises.

O Fortaleza lidera, bem e com folga, a etapa inicial do estadual. O time presidido por Osmar Baquit e treinado por Marcelo Chamusca, tem conseguido um equilíbrio tático e uma regularidade em termos de vitórias. Com Marcelinho Paraíba, principal nome do time, e alguns garotos da base que vem tendo destaque, Leão segue 100%.

O Ferroviário, que começou bem o campeonato, goleando o Crato por 7 a 2, tem sido irregular, porém aposta no veterano Iarley e em seu novo treinador Arnaldo Lira para ter uma temporada tranquila. Patrocinado pela banda Forró Sacode, a diretoria espera que a temporada seja boa e de muita festa pelos lados do Ferrão.

Em Juazeiro, a situação é contraditória. Enquanto o Icasa, sensação da Série B do Brasileirão no ano passado, vem mal no estadual, andando até pela lanterna em algumas rodadas, o Guarani de Juazeiro ostenta a vice-liderança. Porém as atenções continuam voltadas ao Icasa e ao pensamento de como um time que foi muito bem em 2013, poderá reagir em 2014. A saída de Sidney Moraes parece que não fez bem ao Verdão do Cariri.

Horizonte e Tiradentes, dentro das suas limitações, fazem campanhas razoáveis, enquanto Quixadá, Itapipoca e Crato amargam na zona de rebaixamento. Esse último, que tem sede em uma cidade com um dos maiores PIB’s do Ceará, tem sofrido sem o apoio da prefeitura, uma das principais mantenedoras do clube.

O futebol cearense segue caminhando, com a mescla entre Interior e Capital, que já é tradição. E a cada rodada, aumentam os gols e a rivalidade, para que em breve, na Arena Castelão, finalmente o Ceará conheça no futebol, o seu rei.

%d blogueiros gostam disto: