De Bate-Pronto: A história do Corinthian-Casuals, um time que inspirou

O Corinthian-Casuals surgiu em 1939, na fusão de dois times, o Corinthian e o Casuals. O Corinthian – que significa homem da moda e do prazer – surgiu não para fazer sucesso, mas sim para jogar futebol. Surpreendentemente, em 4 anos o Corinthian levou 9 jogadores para a Seleção inglesa. Um episódio que é muito comemorado, é uma vitória por 11×1 no Manchester United, em 1904; Em 2004, o Corinthians-Casuals comemorou o centenário desse placar. Outro fato interessante, é que o Corinthian serviu de modelo para o Real Madrid. Não no futebol ou algo do tipo, mas sim no uniforme, todo branco. O Casuals nasceu para o futebol, mas, ao contrário do Corinthian, não teve grande sucesso. Seu maior feito foi conquistar a FA Amateur Cup (a FA amadora) sobre o Crystal Palace.
Após a fusão, mais um título da FA Amateur Cup.

Em 1910, o Corinthian veio para o Brasil em uma excursão. O clube jogou alguns jogos aqui, mas seu maior feito não foi a excursão e os bons resultados em si, mas sim os operários que se inspiraram no nome do clube inglês e criaram, no Bairro do Bom Retiro, em São Paulo, o Sport Club Corinthians Paulista, que futuramente – hoje – seria um dos maiores clubes do país e do Mundo.
Em 1988, um episódio curioso. O Corinthian-Casuals veio disputar um jogo aqui no Brasil contra o Corinthians, que contava na época com Rivellino e Sócrates. Os ingleses eram tão fãs de Socrátes, que pediram para que ele jogasse por 15 minutos com a camisa do Corinthian-Casuals, e assim foi feito.

O time londrino manda seus jogos no estádio King George’s Field – que lembra um pouco o Parque São Jorge -, com capacidade para 2700 torcedores apaixonados pelo Casuals.

O uniforme número 1 do Corinthian-Casuals é um tanto quanto diferente. Meio branco, meio rosa – tonalidade de rosa que também é chamada de flamingo -, a camisa do Casuals é única no mundo. Por causa do uniforme, a torcida do Corinthian-Casuals ganhou o apelido de Pinks and Chocolates.

Thiago Cunha Martins

Paulistano, alvinegro, co-fundador e Diretor-geral do HTE Sports. Jornalismo por paixão, Psicologia por vocação. Adorador do futebol e tudo o que o rodeia. Fã curioso da NFL, UFC e eventual seguidor de outros esportes

%d blogueiros gostam disto: