O anjo do automobilismo

Para os que aguardavam uma biografia que pode ser encontrada em qualquer site da internet, peço desculpa por desapontá-los, pois o intuito deste texto é o de exibir muito mais que alguns dados e curiosidades da vida pessoal de um dos maiores ídolos do esporte brasileiro: Ayrton Senna.

Em meio a um esporte onde poucos possuem a oportunidade e capacidade de ficarem marcados na história, Ayrton Senna demonstrou habilidade, raça e coragem para ganhar destaque no mundo automobilístico. Para muitos, além de Senna, outros corredores carregam consigo o título de intocáveis, em partes devido ao desempenho que exibiram nos circuitos, entretanto é inegável que o brasileiro era diferenciado. Como não se lembrar daquele episódio em 1992 no GP da Bélgica, quando Senna parou o seu carro para socorrer o piloto Érik Comas após o francês se acidentar? Uma demonstração ousada, afinal de contas, os outros competidos continuavam acelerando pela pista enquanto aquela cena inusitada era captada pelas emissoras que transmitiam o treino que antecedia a corrida.

Não é preciso viajar ao Brasil para ouvir boas coisas a respeito do Ayrton Senna afinal de contas ele é extremamente respeitado pelos atuais competidores da principal categoria automobilística, a Fórmula 1. Durante a gravação realizada pelo programa Top Gear (UK) de um tributo para o brasileiro, membros das equipes, além de parte dos pilotos, como Felipe Massa, Barrichello e Fernando Alonso afirmaram que na opinião deles, Ayrton Senna era e é o número um do mundo. Além disso, um dos apresentadores do programa, Jeremy Clarkson, admitiu que considerava Villeneuve o maior competidor de todos os tempos dentro da F1, porém após assistir a diversas gravações do brasileiro correndo, notou que ele era extraordinário todas as vezes que entrava em um circuito.

Como se não bastasse, Senna também é o maior ídolo de um dos mais talentosos e brilhantes corredores da atualidade, Lewis Hamilton. O britânico campeão do mundo em 2008, nunca escondeu a admiração que possui pelo brasileiro. Durante a gravação do tributo exibido pelo Top Gear, Hamilton foi convidado para testar a McLaren MP4/4 utilizada por Alain Prost e Ayrton Senna durante a temporada de 1988 e mostrou-se emocionado e grato pela oportunidade.

Apesar dos riscos os quais os pilotos enfrentavam ao dirigir uma Fórmula 1, Senna era totalmente consciente sobre as consequências que poderia sofrer ao cometer um erro. Muitas vezes o brasileiro citou a possibilidade de morrer dentro de um circuito, previsões que infelizmente se concretizaram, porém, como ele mesmo dizia, apesar do perigo, a paixão pela velocidade e carros o impediam de parar de fazer o que fazia.

Embora tivesse conquistado tudo que poderia, Ayrton Senna permanecia generoso e humilde. Era um humano que se preocupava demais com os outros e, por isso, a sua família continuou o seu legado ao criar a ONG “Instituto Ayrton Senna”, responsável por diminuir a desigualdade social, provendo serviços educacionais para milhões de crianças no Brasil para que elas possam ter uma oportunidade de crescer na vida.

Alguns humanos nascem para inspirar e tocar vidas, Senna foi um desses. Uma pessoa que dava esperanças até para os que não acreditavam na possibilidade de vencer. Mais que um ídolo nacional, Ayrton Senna pode não estar mais entre nós, mas a sua história e os seus feitos permanecerão para sempre nos nossos corações e nas nossas vidas.

“Existem durante nossa vida, sempre dois caminhos a seguir: Aquele que todo mundo segue, e aquele que a nossa imaginação nos leva a seguir. O primeiro pode ser mais seguro, o mais confiável, o menos critico, o que você encontrará mais amigos… Mas, você será apenas mais um a caminhar. O segundo, com certeza vai ser o mais difícil, mais solitário, o que você terá maiores críticas; mas também, o mais criativo, o mais original possível. Não importa o que você seja, quem você seja, ou que deseja na vida, a ousadia em ser diferente reflete na sua personalidade, no seu caráter, naquilo que você é. E é assim que as pessoas lembrarão de você um dia.” – Ayrton Senna

Por: Henrique Moretti

%d blogueiros gostam disto: