HOSPÍCIO #32 – Zidanilo, um ídolo pouco reconhecido

Danilo Gabriel de Andrade. Ou, simplesmente, ZiDanilo. Um dos maiores ídolos do Corinthians, porém pouco reconhecido atualmente pela grande nação corinthiana.
hospício
Danilo chegou ao Timão em 2010, de lá para cá foram 304 jogos, o que o destacou na lista entre os 30 jogadores que mais vestiram o manto sagrado na história. Foram apenas 30 gols, dos quais muitos deles foram decisivos em clássicos e em finais, como a do último Paulistão ganhado por nós. Sem contar as assistências, dentre elas, um inesquecível e genial toque de calcanhar para Sheik eternizar a Libertadores de 2012.
Por onde passou, Danilo foi ídolo. Ganhou 22 títulos na carreira (5 aqui), entre eles duas Libertadores, dois Mundiais e dois campeonatos brasileiros, sendo um de cada um no Time do Povo. Mesmo tendo o carinho das quatro torcidas que tiveram o orgulho de vê-lo jogando, Danilo admitiu hoje que o Corinthians foi o clube que mais marcou sua carreira. O que é uma honra para a instituição e torcida.
Campeão, bem-sucedido e humilde, Danilo nunca sequer reclamou de ser reserva, mesmo tendo o currículo que tem. Nunca reclamou de salários atrasados ou externou algo que não ia tão bem nos bastidores. Além disso tudo, renovou com um salário menor do que aquele que recebia. Um exemplo de jogador e indivíduo.
Muito obrigado, Danilo, por tudo o que você fez, faz, e ainda fará pelo Corinthians. Com certeza, sua história não terminará no próximo ano, quando seu contrato se encerra e você provavelmente vai se aposentar. Esperamos sinceramente que tenha algum cargo na diretoria corinthiana. Como um exemplo de pessoa e profissional, você merece e ajudará o Corinthians também fora dos gramados. Muito obrigado!

Thiago Cunha Martins

Paulistano, alvinegro, co-fundador e Diretor-geral do HTE Sports. Jornalismo por paixão, Psicologia por vocação. Adorador do futebol e tudo o que o rodeia. Fã curioso da NFL, UFC e eventual seguidor de outros esportes

%d blogueiros gostam disto: