ATP Finals – 2015, o ano de Novak Djokovic

Texto: Erivelton Viana

Não tem nenhuma dúvida, definitivamente o ano de 2015 foi do sérvio Novak Djokovic.

Hoje, ao vencer o suíço Roger Federer na final do ATP World Tour Finals, o número 1 do mundo demonstra toda a sua superioridade, conquista seu 5º título, igualando-se a Pete Sampras e Ivan Lendl – Federer ainda é o maior vencedor com 6 conquistas.

Foram três títulos de Grand Slam na temporada, seis em Masters 1000. São 82 vitorias e apenas 6 derrotas na temporada.

Uma partida bastante disputada, com vários erros para os dois lados, Roger teve 31 erros não forçados, contra apenas 14 do sérvio.

O número 1 do mundo, quebrou o saque do suíço e depois manteve a quebra até o final do primeiro set, fechando em 6/3.

O segundo set não foi diferente, bastante disputado, com os dois tenistas dando o melhor.

Quando estava em 5/4, Federer jogou um game ruim, e com uma dupla falta, consagrou o número 1 do mundo. Final do set 6/4.

Novak está praticamente imbatível, uma concentração fora do comum, mesmo com a torcida contra, bolas no fundo na quadra, devoluções fantásticas – um dos seus pontos mais fortes.

DUPLAS

Hoje tivemos também os campeões nas duplas. Com uma campanha impecável, sem perder um único set, Jean-Julien Rojer e Horia Tecau bateram Rohan Bopanna/Florin Mergea por 2 sets a 0 – parciais de 6/4 e 6/3.

%d blogueiros gostam disto: