2 Minute Warning – Contusões, premiações e inutilidades

Problema para o Bengals

O QB titular Andy Dalton sofreu uma contusão no dedo da mão no último jogo, contra o Pittsburgh Steelers e deve perder de um à dois jogos, pelo menos, nessa reta final de temporada. Dalton vinha com uma temporada muito boa, somando 3.191 jardas, 25 TDs e apenas 6 interceptações. AJ McCarron assumirá seu lugar nesse período. O ataque que já sofria com a falta de do TE Tyler Eifert vai ter problemas para manter o time na luta pelo HFA nesse final de temporada regular.

Apenas um susto

A torcida do Saint Louis Rams terminou o jogo do último domingo apreensiva com a contusão no joelho do RB Todd Gurley, melhor jogador ofensivo da equipe na temporada. Felizmente, não passou de um susto. Gurley treinou de forma limitada durante a semana, mas Jeff Fisher adiantou que o atleta está progredindo bem e deve jogar nessa quinta-feira.

Fora da temporada

Mais uma nota de contusão vem de New England. O RB LaGarret Blount, apesar de algumas esperanças relatadas durante a semana, é considerado carta fora do baralho para o restante da temporada. Com uma lesão no quadril sofrida no jogo do último domingo contra o Houston Texans, o Patriots já foi atrás da reposição e trouxe Montee Ball, ex-Broncos, para o Pratice Squad.

NFL’s Art Rooney Sportsmanship Award

Definidos os oito finalistas para a premiação que melhor exemplifica o esportivismo na NFL. Charles Woodson, safety dos Raiders, e Calvin Johnson, wide receiver dos Lions, irão se juntar ao running back Matt Forte, dos Bears, e Justin Forsett, do Ravens, linebacker Luke Kuechly, dos Panthers, quarterback Matt Hasselbeck, dos Colts, cornerback Jason McCourty dos Titãs, e o tackle Joe Staley, dos 49ers, estão na disputa.

Americanizes sem sentido

Sou um grande fã dos esportes americanos, mas eles sempre arrumam um jeito de fazer uma idiotice de vez em quando. Depois do endeuzamento sem sentido de Tim Teebow, a mídia agora têm no seu avesso, Jhonny Manziel, a fonte de notícias espalhafatosas e os americanos gostam disso. Prova é o fato de uma nota de 100 dólares, autrografada pelo QB do Browns, estar em leilão por valores que já chegam à cada dos mil dólares. Você não leu errado. Uma assinatura de um QB que nunca foi nada na NFL em uma nota faz a relíquia custar 10 vezes mais que seu valor original.

Marcelo Tadeu Parpinelli

Um cara que gosta de opinar sobre tudo, principalmente daquilo que não conhece e não entende. Aspirante a filósofo nas horas vagas.

%d blogueiros gostam disto: