Corinthians ou São Paulo: quem se deu melhor na troca?

Pato ou Jadson? O HTE Sports escreveu sobre e acompanhou a troca dos jogadores entre Corinthians e São Paulo. À época, era grande a dúvida de que se a troca daria certo, pois ambos os jogadores passaram por má fase.

Antes de tudo, vale ressaltar que ambos times ganharam muito com a troca. O São Paulo recuperou o futebol de Alexandre Pato, que fez uma das melhores – senão a melhor – temporadas de sua carreira; Pato foi até cogitado na Seleção brasileira em 2015. Jadson retomou sua boa forma física e também seu bom futebol; o próprio jogador disse que essa foi um dos seus melhores anos, não ultrapassando somente algumas temporadas que fizera no Shakhtar e que jogou bem na Champions League.

Considerando alguns pontos e contrabalanceando eles, chegaremos a uma conclusão.

O Corinthians pagou metade do salário para Pato jogar no rival São Paulo. Obviamente, o jogador não pôde enfrentar o Corinthians nesses dois últimos anos. Contabilizando os 24 meses, o Corinthians pagou um todo de 9,6 milhões de reais de salário para Alexandre Pato. Por outro lado, 30% do passe de Jadson foi dado ao Corinthians na troca (os outros 70 pertence à terceiros). Dito isso, na questão financeira o São Paulo saiu ganhando na troca, visto que o Corinthians ainda arcou com os salários de Jadson também, e numa possível venda tem uma fatia de apenas 30%, e mesmo tendo a possibilidade de vender o atacante por uma boa quantia, a mesma ainda não se concretizou.

No São Paulo, o ex-corinthiano não conquistou nenhum título desde sua ida para o Morumbi. Jadson, contudo, conquistou o Brasileirão e foi peça-chave na campanha. Ponto para o Corinthians.

Comparando os números* destes dois últimos anos:

Pato: 103 jogos, 38 gols, 15 assistências, 102 finalizações certas, 1650 passes certos.
Jadson: 98 jogos, 26 gols, 39 assistências, 74 finalizações certas, 3690 passes certos.

Pato marcou mais gols que Jadson, porém o meia deu mais assistências. Fazendo uma conta direta de quantos gols cada um participou, Jadson ganha com 65 gols. Pato participou de 43. Corinthians ganhou nesse ponto.

Jogando pelo Corinthians, como já dito, Jadson conquistou o Brasileirão. Obviamente que não jogou sozinho e com a ajuda de seus companheiros conseguiu tal feito. Ao contrário, Pato jogou praticamente sozinho no São Paulo, não tinha tanta qualidade quanto o ex-São Paulino no Corinthians, e mesmo assim ainda conseguiu se destacar. Mas, não é loucura dizer que se não fosse por Jadson, o Corinthians talvez não fosse hexacampeão Brasileiro, visto que ele participou de quase 35% dos gols, foi líder em assistências e ficou em 3º no ranking geral de artilharia. Corinthians venceu novamente.

Considerando e pesando tais pontos, fica claro que o Corinthians se deu melhor na troca, algo que a maioria não apostaria em 2014. De toda maneira, os dois clubes saíram ganhando com o bom futebol de ambos jogadores.

*Os números foram retirados do site footstats.net

Thiago Cunha Martins

Paulistano, alvinegro, co-fundador e Diretor-geral do HTE Sports. Jornalismo por paixão, Psicologia por vocação. Adorador do futebol e tudo o que o rodeia. Fã curioso da NFL, UFC e eventual seguidor de outros esportes

%d blogueiros gostam disto: