HOSPÍCIO #40 – O início do hexa e a continuação de um grande campeão

A data é 16/12, uma de 1990 e a outra de 2012. O Corinthians num período de 22 anos vivia diferentes contextos e momentos. Indispensável dizer em como cresceu nesse período.

Em 22 anos, o Corinthians passou por diversas situações, altos e baixos. Conquistou 5 brasileirões, uma Libertadores e estava prestes a vencer o bicampeonato mundial na data de 16/12/2012, sendo a primeira em 2000. Também passou por uma Série B em 2008, que certamente foi ponto essencial na conquista de 3 anos atrás.

O cenário dessa abordagem começa em 16/12/1990, quando no clássico contra o São Paulo Neto cruza e Tupãzinho faz o gol do primeiro título brasileiro do Corinthians. Um time que era desacreditado, que estava muito abaixo das outras equipes daquela competição, mas conseguiu vencer todas as dificuldades e chegou ao título.

Se hoje somos hexacampeões, é graças ao título de 90. E se também somos bicampeões mundiais – os únicos, junto ao Barcelona, que pode nos ultrapassar caso vença nesse ano – é porque naquele 16/12/2012 Paulinho foi construindo a jogada, tocou para Danilo que chutou pro gol. A bola espirrou no zagueiro e sobrou para Guerrero, de cabeça, dar o 2º troféu para a Fiel que invadiu o Japão com 40 mil torcedores.

Thiago Cunha Martins

Paulistano, alvinegro, co-fundador e Diretor-geral do HTE Sports. Jornalismo por paixão, Psicologia por vocação. Adorador do futebol e tudo o que o rodeia. Fã curioso da NFL, UFC e eventual seguidor de outros esportes

%d blogueiros gostam disto: