Campeões de Inverno – Portugal

De verde e branco eu sempre estarei. Este é o lema que está levando o Sporting ao topo do nacional nesta temporada, pelo menos até o título simbólico do primeiro turno. Com 13 pontos de diferença ao 4º colocado (Braga), após 13 anos o leões terminaram a primeira etapa nos sítios certos em direção ao título português.

Slamani
Slimani marcou 14 gols em 18 jogos pelos leões e tem sido um dos destaques do time na temporada. (Foto: Getty Images)

Nos últimos 13 anos, o campeão sempre revezou entre Porto e Benfica, sendo 9 títulos para o Porto e 4 para o Benfica. Neste período, o Sporting foi vice-campeão 5 vezes. O grito está entalado!! Mas a jornada não será fácil. O campeonato começou muito equilibrado e uma sequência de vitórias do Sporting garantiu a posição atual, agora precisa manter o ritmo. Benfica e Porto estão na cola, o Benfica segue os leões de perto com 43 pontos e o Porto com 40 também está de olho. O Sporting encerra o primeiro turno com 83% de aproveitamento, 14 vitórias, 3 empates e 1 única derrota, somando 45 pontos. A média de pontuação para título na Liga Zon Sagres dos últimos 13 anos é de 76 pontos. O Sporting só precisa de 31 na teoria e isso não é difícil de conseguir com o futebol com os leões vem jogando, ainda mais se depender de Slimani que já marcou 14 gols no campeonato.


OS ÚLTIMOS CAMPEÕES DE INVERNO E SEUS FINAIS

2011/12: A vitória do nº 2: Vamos começar do começo. André Villas-Boas abandonou o barco do Porto pouco antes da temporada começar e no mesmo dia o clube apresentou Vítor Pereira, o número dois de Villas-Boas, tranquilizando os torcedores. Mas a pressão e a desconfiança por ser o “número dois” foi a mesma que o antigo “número dois” teve. O Benfica venceu o primeiro turno, com 39 pontos, 2 a frente do Porto. E mesmo nadando contra a maré, Vítor Pereira guiou o Porto à conquista da Supertaça. Com 75 pontos.

2012/13: Temporada estranha: A temporada de 2012/13 foi marcada pelo tricampeonato portista, mas as duas imagens mais fortes da época, são a da desgraça dos dois rivais lisboetas. Primeiro o Benfica de Jesus, que perdeu o rumo nos momentos finais e acabou em lágrimas, empurrões e insultos entre jogadores e treinador. Segundo destaque vai para o Sporting, a viver a pior época da sua história, com três treinadores ao longo da temporada, dois presidentes e um sétimo lugar que custou a primeira ausência das competições europeias em muitos anos. O Porto terminou o primeiro turno com 39 pontos, mesma pontuação do Benfica e no final venceu com 78 pontos. Apenas 1 à frente do Benfica. Equilibrado e triste, não?

2013/14: O mestre da tática: No ano em que o Benfica (o país, o futebol e o mundo) perderam Eusébio da Silva Ferreira e Mário Coluna, as águias voltaram a voar bem alto, conquistando o Campeonato Nacional após um jejum de três temporadas.  Jorge Jesus criou e geriu uma brilhante equipa que com Enzo Pérez como grande referência, não deu grandes chances aos adversários e venceu com indiscutível mérito. O Benfica terminou o primeiro turno com 36 pontos e foi campeão com 74. Isolado ao vice-líder Sporting. Que ano!!

2014/15: Novamente bicampeões: Impressionante campanha benfiquista no caminho para o 34º título da sua história. O Benfica de Jorge Jesus demonstrou segurança e apoiado pela sua enorme falange de apoio conquistou o merecido campeonato. Novamente, o Benfica foi campeão de inverno com 46 pontos e se sagrou campeão com 85.


Para esse ano nos resta esperar e torcer por um campeonato fantástico e cheio de surpresas como vem sendo até o momento. Agora, para quem gosta de história, sempre que o Sporting chegou ao fim do primeiro turno líder com 2 pontos de vantagem, os leões foram campeões. Isso aconteceu em 1947, 49, 51, 70 e 82. O Sporting também bateu um recorde de aproveitamento, há 46 anos o time não tem um aproveitamento maior que 80% no fim do primeiro turno. E por falar em recorde, os 11 gols sofridos em 18 jogos, é o segundo maior registro desde 1990, ano em que o time sofreu apenas 7.

Será que a história vai levar mais um título para Lisboa?

%d blogueiros gostam disto: