E aí, quem vai pagar o Pato?

Alexandre Pato surgiu em 2006 com status de estrela, fez graça no Mundial e participou da campanha do título mundial do Colorado. Em 2007 chegou no Milan, recebeu a 7 de Shevchenko e se tornou a venda mais cara de um jogador que o Internacional já fez.

A história dele no Milan é conhecida, alguns lampejos, muitas lesões, namoro com filha de presidente do clube após separação com atriz brasileira. Em 2013, logo após o título mundial do Corinthians ele desembarca em São Paulo para assinar com o clube alvinegro, um ano com bons números, mas marcado por uma cobrança de pênalti displicente contra o Grêmio na Copa do Brasil. Em 2014 foi emprestado ao São Paulo, onde também teve bons números, a lesão já não era mais problema para Pato. Até que no fim de 2015 encerrava o empréstimo.

Entretanto em 2016, tudo está nebuloso para  Pato, indefinição sobre o futuro, desejo de saída do jogador, do clube e também da torcida, Alexandre Pato não é bem visto no Corinthians, tanto pela ausência da raça – o que a torcida corintiana adora – tanto pelas boas atuações com a camisa do rival tricolor.

Leia também – Interestaduais, é a fórmula para o sucesso? 

Ontem (13), o Corinthians embarcou para os Estados Unidos para a Flórida Cup, torneio de pré-temporada que o time fez ano passado e também fará esse ano, e Alexandre Pato não embarcou, ficou em São Paulo para resolver o seu futuro.

Pato é um jogador talentoso, não é craque e nem almeja ser, ele quer sair do Brasil e a Inglaterra é o sonho do jogador, passou as férias fazendo lobby pela terra da Rainha, visitou o Chelsea, se ofereceu ao Liverpool, ao Manchester United.

Leia também – Wendell Lira e o caminho até o Puskas 

A soberba de Pato pode custar caro ao Corinthians, esse mês ele recusou uma proposta de 88 milhões de reais (51mi desses ficariam para o Corinthians e o restante para o jogador) e um salário de 5 milhões de reais por mês, proposta enorme até para os padrões chineses.

Um jogador com passagem por grande clube europeu, participação em Mundiais Interclubes almeja grandes saltos e Pato também tem almejar um time grande, porém o mercado não está para ele, se algum clube europeu resolver investir é apenas por conta da baixa do real. Jogador de lampejos, tanto no Milan, no São Paulo e principalmente no Corinthians. Fica a pergunta, quem é que vai pagar o Pato? O Corinthians ou algum clube europeu?

Se quiser saber mais sobre o Corinthians, com uma pitada de zoera siga o @sccpmais, nossos parceiros no Twitter.

Renan Thierre

Antigamente comia areia e catarro, futuramente um professor de História, atualmente editor no HTE Sports e finge que entende de futebol e outros esportes.

%d blogueiros gostam disto: