Definida a padronização para os estádios brasileiros

Finalmente, a CBF acertou e padronizou todas as medidas dos gramados para a primeira e segunda divisão do Campeonato Brasileiro. A partir deste ano, todos os estádio terão um padrão de 105m x 68m, além também da mesma medida das demarcações do campo, de tamanho da trave e bandeirinha de escanteio.

Imagem: Esporte Arte
Imagem: Esporte Arte

 

A Confederação se utilizou de mais de R$ 2 milhões que tinham sido reservados num fundo administrado pela FIFA aos países que foram sede de Copa do Mundo, e faz parte do legado da mesma. Diversos estudos em 43 estádios foram feitos, desde profissionais de topografia, agronomia, até treinamentos para aqueles que tomam conta dos estádios.

Imagem: Esporte Arte
Imagem: Esporte Arte

 

Dos 43 estádios analisados, 14 terão de encolher (dentre eles, Vila Belmiro, Serra Dourada, Ilha do Retiro, Couto Pereira e Morumbi), e apenas o estádio do Boa Esporte, em Varginha (Minas Gerais), terá de ser ampliado.

A Arena Corinthians é uma das poucas Arenas que atendem ao padrão. Outros estádios de Copa, como o Mané Garrincha, Arena da Baixada, Arena Pantanal e outros, passam por centímetros para atender ao padrão. O Allianz Parque e Arena do Grêmio, apesar de não terem sediado a Copa,também praticamente atendem ao padrão.

Finalmente, a CBF agiu em prol do futebol brasileiro. A medida é importante pois não haverá mais mudanças entre jogar no estádio do Boa Esporte ou no Serra Dourada.

Thiago Cunha Martins

Paulistano, alvinegro, co-fundador e Diretor-geral do HTE Sports. Jornalismo por paixão, Psicologia por vocação. Adorador do futebol e tudo o que o rodeia. Fã curioso da NFL, UFC e eventual seguidor de outros esportes

%d blogueiros gostam disto: