Transferências – Rio Grande do Sul

O Internacional deu início a sua temporada 2016 diante do Bayer Leverkusen pela Flórida Cup. O jogo terminou em 3×3 e agradou o comandante Argel Fucks, que teve a oportunidade de usar quase todo o elenco, colocando inclusive o recém contratado Fernando Bob entre os titulares. O Colorado não conseguiu vaga na Libertadores deste ano e teve como meta manter a espinha dorsal do ano de 2015, contratando reforços pontuais para tentar garantir bons resultados nos campeonatos que serão disputados.

Chegaram: Fernando Bob (volante, ex-Ponte Preta), Marquinhos (meia atacante, ex-Cruzeiro), Paulo Magalhães (lateral-direito, ex-Universidad do Chile), Fabinho (volante, ex-Figueirense).

Fabinho e Fernando Bob
Apresentação Fabinho e Fernando Bob. Via Site Oficial Internacional, por Ricardo Duarte

Saíram: Juan (zagueiro, para o Flamengo), Lisandro López (atacante, para o Racing-ARG), Taiberson (atacante, para a Ponte Preta), Dida (goleiro).

Em negociação: Alisson (goleiro, indo para a Roma), Anderson (meio campista, indo para o futebol chinês), Rafael Moura (atacante, indo para o Atlético-MG), Henrique Almeida (atacante, negociando vinda do Botafogo).

O Internacional de fato não fez contratações de peso para o ano de 2016, e nem sinaliza que fará, mas o trunfo foi manter boa parte do elenco para o ano. A possível saída de Anderson, que até agora não apresentou grande futebol, seria interessante ao Colorado que conseguiria fazer dinheiro para possíveis novos reforços. Já a eminente saída de Alisson, atual goleiro titular da seleção brasileira, pode ser um problema ao clube gaúcho, pois o jovem arqueiro passa grande segurança, diferentemente de seu irmão Muriel, reserva imediato. Destaque: o volante Fernando Bob de 28 anos é um grande reforço. Com boa saída de bola, e grande marcação, este deve se destacar durante o ano de 2016 com a camisa vermelha.

Veja a suma das transferências dos clubes do nordeste 

Elenco do Grêmio se reapresenta para 2016. Via RBS, por: Júlio Cordeiro

O lado azul do Rio Grande do Sul terá pela frente em 2016 a disputa da Libertadores. Assim como o seu rival Internacional, o grande destaque do Grêmio foi manter seus principais atletas, como o zagueiro Geromel, o camisa 10 Douglas e o capitão Maicon, que inclusive teve uma reapresentação oficial.

Maicon reapresentado pelo Grêmio. Via: Grêmio oficial, por Lucas Uebel

Chegaram: Kadu (zagueiro, ex-Atlético-PR), Wallace (lateral-direito, ex-Chelsea), Fred (zagueiro, ex-Goiás).

Saíram: Erazo (zagueiro, para Atlético-MG), Yuri Mamute (atacante, para Panathinaikos-GRE), Maxi Rodriguez (meio campista, para Peñarol-URU).

Em negociação: Cerutti (atacante, vindo do Estudiantes).

Evidentemente o Grêmio priorizou reforçar sua defesa, mas também fica claro que nenhuma das contratações é impactante. A janela ainda se estende, e o Tricolor Gaúcho deve buscar novos nomes, mas o que deve se demonstrar para 2016 é um mais do mesmo de 2015. Destaque: o próprio presidente gremista demonstrou total satisfação em conseguir manter a base para o ano de 2016. Roger Carvalho totalmente firmado tem um bom elenco em mãos, evidenciado pelo trabalho que era então desacreditado no ano de 2015. Pode-se dizer que o grande destaque é a renovação de Geromel, um excelente zagueiro que teve muito assédio de outros clubes no Brasil.


A dupla grenal está se demonstrando econômica na janela de transferências desse começo do ano. O Grêmio, por disputar a Libertadores, deveria buscar mais reforços para que possa almejar vôos altos durante a temporada. Já o Internacional tem feito contratações pontuais, e forma um elenco sólido para o primeiro semestre de 2016.

Quem você acha que contratou melhor? E quem poderia chegar para reforçar algum dos dois clubes?

Elvis Fernando

20 anos, estudante de Engenharia na Universidade Federal do ABC. Apaixonado por esportes e isso me mantém firme dentro do HTE Sports.
Fundador da marca HTE.

%d blogueiros gostam disto: