Turnover – Prévia da Final da NFC

Após a coluna de ontem destrinchando o confronto entre Denver Broncos e New England Patriots pela final da AFC, chegou a hora de conhecermos um pouco mais sobre as duas equipes que se encaram na final da outra conferência, NFC, disputando uma vaga no Superbowl 50 em São Francisco. Carolina Panthers e Arizona Cardinals se encaram no Bank of America Stadium em Charlotte, na Carolina do Sul a partir das 20h30, de acordo com o horário de Brasília. Você pode acompanhar o duelo em tempo real através do nosso twitter: @HTE__Sports

O confronto marcará o duelo entre dois jogadores peculiares: do lado dos Cardinals, o experiente quarterback Carlson Palmer contra a juventude e talento de Cam Newton representando os Panthers. Duas escolhas número 1 dos seus respectivos drafts se encarando em uma batalha que consagrará apenas um vencedor.

A primeira curiosidade é que, além de serem primeiras escolhas do draft, os dois quarterbacks também são vencedores do troféu Heisman. Pela primeira vez na história da NFL dois Qb’s com essa honraria no College Football disputarão uma final de conferência na NFL.

O Panthers, que teve campanha de 15 vitórias e apenas uma derrota na temporada regular, chega para a partida confiante. A equipe eliminou o Seattle Seahawks em um desempenho fantástico no primeiro tempo, quando abriu um espantoso 31×0. Apesar de vacilar no segundo tempo e quase permitir uma virada, os Panthers conseguiram gastar bem o relógio e se classificaram após vitória por 31 x 24. A equipe acredita que a combinação: jogo em casa + torcedor inflamado + Defesa dominante + ataque sólido pode resultar numa vitória convincente diante dos Cardinals.

Luke Kuechly - Foto: Getty images
Luke Kuechly – Foto: Getty images

Para isso, os Panthers confiam na sua defesa, a melhor da NFL, capitaneada pelos linebackers Thomas Davis Sr e Luke Kuechly, além do cornerback Josh Norman, que são 3 dos principais defensores do ano e indicados ao ProBowl. O ataque conta com um Cam Newton inspirado, que somando os touchdowns passados e recebidos teve um total de 45 durante a temporada regular. Com o jogo corrido produzindo jardas através de Johnatan Stweart, Mike Tolbert e Artis Payne, os recebedores tem espaços para penetrar na secundária dos adversários e conseguir algumas big plays. O principal recebedor da equipe é o experiente tight end Greg Olsen, que nesse ano acumulou 77 recepções com para 1104 jardas e 7 touchdowns. O grande desfalque da equipe é o cornerback Charles Tillman, que está fora da temporada.

Porém, conquistar a classificação não vai ser fácil, já que do outro lado vem o Arizona Cardinals, uma das equipes mais quentes da temporada regular. Os Cardinals tiveram uma campanha de 13 vitórias e 3 derrotas na temporada regular e apresentaram uma dominância significante numa das divisões mais fortes da NFL, a NFC Oeste, de onde vem o St. Louis Rams (agora Los Angeles Rams após a relocação da franquia), o San Francisco 49ers (que foi ao Superbowl 47) e o Seattle Sehawks (que ganhou o SB 48 e perdeu o 49). A vitória suada contra o Green Bay Packers na prorrogação por 26-20 selou a vaga dos Cards para a disputa deste domingo.

A equipe dos Cardinals é bastante equilibrada em todos os setores. O ataque comandado por Carson Palmer vem fazendo estragos esse ano e já bateu todos os recordes da franquia do deserto: Vitórias em uma temporada regular (13), jardas lançadas (4671), passes para TD (35) e saldo entre TD’s e INT’s (+24). Os recebedores são liderados por Larry Fitzgerald, uma verdadeira lenda da NFL, que possui um currículo respeitável em pós-temporada. Ele ainda é ajudado por nomes como Michael Floyd e John Brown. No jogo corrido, Andre Ellington e David Johnson dão conta do recado.

Larry Fitzgerald - foto: Getty images
Larry Fitzgerald – foto: Getty images

Já a defesa é uma das que mais pressionam o QB na liga, já que os Cards são a defesa número 11 em blitzes sobre os quarterbacks adversários. Com a pressão vem os turnorvers, mais precisamente 19, forçados na temporada regular. Com nomes como Calais Campbell, Sean Whiterspoon, Patrick Peterson e Rashad Johnson, a defesa dos Cardinals pode ser o pior pesadelo na vida de Cam Newton. Os desfalques da equipe são o RB Chris Johnson e o Safety Tyraan Mathieu, que estão fora da temporada.

A previsão é de um grande jogo, já que as últimas 8 finais de conferência da NFC foram decididas por 7 ou menos pontos. Promessa de jogão. E você, vai ficar de fora dessa?

Quer acompanhar tudo sobre a NFL? Siga no twitter nossos parceiros do @ExpressoTD e fique por dentro de tudo que ocorre na liga mais emocionante dos esportes!

%d blogueiros gostam disto: