Vem de 5: Destaques da Copinha que não vingaram

O calendário do futebol brasileiro é aberto com a Copa São Paulo de Futebol Júnior. Dentre um amontoado de times e jogos praticamente todos os dias, alguns atletas conseguem se destacar e chamar atenção na competição. Porém, na maioria das vezes, esses talentos acabam não se concretizando quando rumam seus caminhos no time profissional. Cabe a coluna Vem de 5 listar cinco atletas que representam bem o que falamos até agora. Confira a lista!

Lucas Gaúcho (São Paulo, 2010)

Foto: ACRIMA 2010
Foto: ACRIMA 2010

Grande destaque do tricolor paulista na campanha que resultou no título da Copinha em 2010, o atacante Lucas Gaúcho foi o artilheiro da competição com nove gols marcados. No entanto, ele não conseguiu brilhar no profissional. Rodou por clubes como São Bernardo, Portuguesa, Luverdense, BEC Tero Sasana, da Tailândia, times do Vietnã, Omã, Tunísia e hoje atua no Žalgiris, da Lituânia.

Dellatorre (Desportivo Brasil, 2011)

Foto: Divulgação / SC Internacional
Foto: Divulgação / SC Internacional

Um dos destaques do Desportivo Brasil na Copinha em 2011, o atacante Dellatorre teve chance de atuar no Internacional, no Porto, no Atlético/PR e até mesmo no Queens Park Rangers, da Inglaterra. No entanto, não vingou em nenhum destes clubes e hoje joga por empréstimo no Suphanburi FC, da Tailândia.

Thiago Primão (2012, Coritiba)

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Thiago Primão apareceu como grande jogador do time do Coritiba na Copa São Paulo de 2012. Rápido, marcador e armador, tinha tudo para despontar. Mas… No elenco do time principal do Coxa não conseguiu render e acabou sendo negociado com o Atlético/GO em 2015, mas ao final da temporada foi dispensado.

Bruno Mendes (Guarani, 2012)

Foto: Divulgação / Guarani
Foto: Divulgação / Guarani

Bruno Mendes apareceu “voando” no Guarani. Na Copinha de 2012 foi um dos grandes nomes do Bugre. No mesmo ano foi jogar no Botafogo e até iniciou bem, mas não conseguiu manter as boas atuações. Teve seu passe comprado pelo Deportivo Maldonado, do Uruguai e repassado para Atlético/PR e Avaí. Hoje é atleta do Vitória de Guimarães B, de Portugal.

Tiago Luís (Santos, 2008)

Foto: Reprodução / Lancenet
Foto: Reprodução / Lancenet

Até de “Messi brasileiro” foi chamado o garoto Tiago Luís quando surgiu no Peixe sendo o artilheiro da equipe na Copinha de 2008. Talvez a pressão que foi colocada sobre seus ombros fez com que nunca mostrasse o futebol que era esperado dele.

Você lembra de mais destaques da Copinha que não renderam após irem para o profissional? Deixe nos comentários e até o próximo Vem de 5!

Heider Mota

Baiano, 19 anos, estudante de jornalismo e amante dos esportes. Twitter: @heiderzito

%d blogueiros gostam disto: