A ascensão de Netuno

Água Santa, time criado em 1981, por nordestinos, nortistas e mineiros que viam no futebol o único meio de lazer em Diadema, cidade da Grande ABC, mais um dos milhares times de futebol de várzea que existem pelo Brasil afora, mas a partir dos anos 2000 a história do clube começou a tomar novos rumos.

Em 2000, o clube venceu a Terceira Divisão Amadora de Diadema, em 2001, levou a Segunda Divisão e em 2004, 2009 e 2010 foi campeão amador da cidade de Diadema. Em 2013 então, decidiu se profissionalizar a jogar a segunda divisão do Campeonato Paulista. Três acessos seguidos, segunda divisão, A3, A2 e em 2016 o time estreou na elite do futebol do estado de São Paulo.

Superando a alcunha de “Time do PCC” – Facção Criminosa paulista Primeiro Comando da Capital – o Água Santa é o orgulho da cidade, a festa incrível que os torcedores fizeram em Diadema arrepia qualquer um, independente do time que torce.

O Gigante do ABC, como é conhecido pelos seus torcedores – chamados de Aquáticos – revelou jogadores como Fábio Ferreira (Ponte Preta), Fernando (Manchester City) e Neílton (Botafogo).

Com uma campanha digna de clube tradicional, o Água Santa ocupa o 2° lugar do grupo que integra junto do Corinthians, Mogi Mirim, Red Bull Brasil e Rio Claro no Paulistão 2016, o time perdeu apenas para o São Paulo.

O clube criado nas margens da Represa Billings tem como mascote Netuno, deus romano do mar, As qualidades positivas que ele próprio oferece são a inspiração, a intuição sobre a “verdade”, a capacidade de sonhar e transcender a mediocridade dos mortais.

O Água Santa pode chegar a semifinal do Campeonato Paulista ou pode voltar a série A2, mas o feito já está gravado na história do futebol brasileiro e na memória dos moradores de Diadema, a festa que os 10.000 torcedores fazem nos jogos no Estádio Distrital de Inamar jamais será apagada e a frase que está no estádio representa toda a história do clube: “Deus não alimenta um sonho em sua mente que não possa ser realizado”

Renan Thierre

Antigamente comia areia e catarro, futuramente um professor de História, atualmente editor no HTE Sports e finge que entende de futebol e outros esportes.

%d blogueiros gostam disto: