A nova cara do tênis

 

Essa semana estamos vendo três promessas da nova geração conquistarem importantes vitorias.

A América retorna?

O jovem americano Taylor Fritz de apenas 18 anos continua impressionando.

Depois de chegar à final do ATP250 de Memphis – foi derrotado pelo japonês Kei Nishikori por duplo 6/4 – ele continua impressionando, jogando um bom tênis ele continua avançado nos torneios, essa semana sua boa campanha no ATP500 de Acapulco (foi eliminado ontem nas quartas-de-final pelo seu compatriota Sam Querrey) deve chegar ao Top100.

fritz_160116_146

Para o tênis isso é importantíssimo, pois sabemos a importância americana no esporte, e hoje os americanos sentem falta de um grande jogador. Seu melhor ranqueado é John Isner com a apenas a 11ª colocação, mais ele já está com 30 anos, com poucas perspectivas de ser um Top5.

Ainda é cedo, mais os Estados Unidos já tem uma grande promessa nesse início de temporada.

Esperança brasileira.

thiago monteiroOutro jovem – 21 anos – que está brilhando é o brasileiro Thiago Monteiro. Com muita personalidade, garra e um jogo agressivo ele está avançando, só nesse ano já foram 185 posições, ocupa hoje a posição 278º no ranking, graças principalmente a sua campanha no ATP500 Rio.

Essa semana ele continua surpreendendo, eliminou o experiente espanhol Nicolas Almagro e avançou no ATP250 São Paulo (Brasil Open, hoje pelas quartas de final ele repete o encontro (e tenta a revanche)  que aconteceu semana passada no Rio de Janeiro, enfrenta o uruguaio Pablo Cuevas).

Vamos esperar e torcer pelo Monteiro, potencial ele já demonstrou que tem.

 

Bad Boy

O jovem que também está muito bem no circuito, é o australiano Nick Kyrgios – 20 anos.

nick

No último domingo ele conquistou seu primeiro de ATP, jogando na cidade francesa de Marseille derrotou na final Marin Cilic por 2 sets a 0 – parciais de 6/2 e 7/6, e conquista deu 250 pontos. Com isso avançou 8 posições e ocupa a 33ª posição.  Ele deve continuar avançando, pois ontem chegou a semifinal do ATP500 de Acapulco, ao vencer o checo Tomas Berdych por 2 sets a 0, ele agora enfrenta o suíço Stan Wawrinka, e busca sua segunda final em pouco mais de uma semana.

Ainda é cedo para avaliarmos, mais essas novas promessas, junto com outros nomes (Dominic Thiem, Bernard Tomic, Jack Sock, Grigor Dimitrov, Borna Coric, Alexander Zverev) prometem mexer com o mundo do tênis, com novas disputas e a busca pelas melhores posições.

Vamos ficar de olho, esperar e torcer.

%d blogueiros gostam disto: