Com dois de Rodrigão, Campinense vence Treze e se mantém líder do Paraibano.

Marquinhos Souza

Campina Grande, PB.

O jogo, por si só, já indicava o que seria a tarde deste domingo. Treze e Campinense colocavam em campo, a tradição do maior clássico da Paraíba, mas em momentos bem distintos. O Galo, irregular, tinha a missão de convencer o torcedor, que pede a todo instante a chegada de reforços; já a Raposa, líder e invicta, resolveu tratar o Estadual como segunda opção, deixando claro que a Copa do Nordeste é prioridade.

Para apimentar ainda mais o clássico, Marcelo Vilar e Francisco Diá, técnicos de Treze e Campinense, travaram uma “batalha” de estratégias. Os dois técnicos optaram por realizar treinos fechados na semana que antecedeu o jogo, e também esconderam a escalação a sete chaves. Ingredientes para uma grande tarde não faltavam. E foi.

10590583_788635857940600_4799447237487373876_n
Treze posa para foto antes do início da partida. (Foto: facebook oficial)

1º Tempo

O jogo começou com as duas equipes em um estilo bem ofensivo. O Treze pecava pela falta de objetividade, algo que o Campinense estava fazendo muito bem. Eficiente, a Raposa parecia mais à vontade no duelo, mas logo teve que fazer a primeira alteração: Ronaell foi substituído por Filipe Ramon após falta dura, cometida por Glaubinho, que levou amarelo. A jogada perigosa aos 19’ era um aperitivo do gol que logo viria, aos 24’. Em falta cobrada por Róger Gaúcho, a bola foi desviada por Joécio e empurrada para o fundo das redes por Rodrigão. Raposa na frente! Aos 38’, após carrinho por trás em Roger Gaúcho, Glaubinho foi expulso e deixou o Galo com um a menos em campo. Depois, o Campinense só tocou a bola, e foi para o intervalo em vantagem.

2º Tempo

Os erros de passe marcaram o início da segunda etapa, até que aos 22’’, Rodrigão, novamente, ampliou para o Campinense, de cabeça. O Treze até esboçou uma reação, mas esbarrava na boa marcação da Raposa. Aos 35’’ já era possível ouvir “Olé” nas arquibancadas do Estádio Amigão. A Raposa ainda tentou o terceiro, após Rodrigão aparecer livre e tocar para Jussimar. Mas fim de papo e vitória do Campinense, invicto no Campeonato Paraibano.

Mensagem no facebook da raposa, após vitória. (Foto: Facebook Oficial Campinense)
Mensagem no facebook do Campinense, após vitória. 

Com a vitória, o Rubro-Negro é o líder geral do Paraibano 2016, e Rodrigão, autor de dois gols na partida de hoje é o artilheiro isolado da competição. Já o Treze, permanece com 7 pontos, na terceira posição da chave B. O Campinense dá uma pausa no estadual para enfrentar o Salgueiro, nesta quinta, pela Copa do Nordeste, no Amigão. Enquanto o galo, recebe o Santa Cruz de Santa Rita no próximo domingo, também no Amigão.

Ficha técnica: Treze 0x2 Campinense

Gols: Rodrigão, aos 24′ e 22”

Arbitragem: João Bosco Satyro, Tomaz Diniz e Souza Júnior.

Horário: 16h

Local: Estádio Amigão, em Campina Grande.

%d blogueiros gostam disto: