GIGANTE #01 – Vasco 1×1 Botafogo

Riascos brigou muito contra a defesa alvinegra. (Twitter Oficial do Vasco da Gama)
Riascos brigou muito contra a defesa alvinegra. (Twitter Oficial do Vasco da Gama)

O clássico entre Vasco e Botafogo não foi apenas o encontro das duas melhores equipes até o momento no estadual, foi também uma noite de reencontro entre Ricardo Gomes e a torcida vascaína: ele voltava a treinar um time em São Januário, lugar onde viveu os últimos melhores anos de sua carreira. 

A partida foi tecnicamente longe do que se esperava, bastante truncada, muitas faltas e poucos lances de perigo. O mandante tomou a iniciativa, foi pra cima em busca do resultado, criou algumas chances mas esbarrou no ataque, antigo problema da equipe. O esforçado Riascos até que tentou, mas não superou o arqueiro Jefferson na primeira etapa. 

O segundo tempo começou da mesma forma que terminou o primeiro, o Vasco pressionava o adversário enquanto encontrava uma defesa que resistia bravamente. As chances foram ficando mais raras, já que Nenê e Andrezinho não fizerem uma boa partida, o que dificultou ainda mais para o cruzmaltino.

Jorginho, ciente da necessidade de vencer, lançou o atacante Éder Luiz, que viveu seu melhor momento da carreira quando era treinado por Ricardo Gomes. O baixinho Chico Bento entrou no lugar do meia Júlio dos Santos e com poucos toques na bola já mudou a cara do time. Aos 15 minutos, depois de um belo lançamento de Luan, o ponta direita invadiu a área sem marcação e rolou para Riascos, que só teve o trabalho de empurrar para as redes.

Depois do gol, o Vasco se sentiu mais a vontade na partida, trocava passes e desperdiçava oportunidades. Uma delas foi a bola em um belo chute de Nenê, que fez uma das suas piores apresentações com a camisa do Gigante.
O resultado estava quase garantido, faltavam poucos minutos para o fim, até que Joginho fez uma alteração que mudaria o rumo da partida: entrada de Bruno Gallo no lugar de M. Mattos. O volante cometeu uma falta na entrada da área vascaína, e Emerson, com um chute de rara felicidade e uma grande contribuição de Martin Silva, aos 42 minutos empatou a partida. Sem mas forças para atacar, os times se contentaram com o empate, o Vasco até tentou um pouco mais, sem nenhum sucesso.

Os comandados de Jorginho, já classificados voltam a campo sábado, na última rodada para enfrentar o Bonsucesso no estádio Los Larios.

FICHA TÉCNICA
VASCO 1 X 1 BOTAFOGO
Data e horário: 28 de fevereiro de 2016, às 19h (de Brasília)
Local: São Januário, no Rio de Janeiro
Árbitro: Mauricio Machado Coelho Junior
Assistentes: Wagner de Almeida Santos e Daniel do Espírito Santo Parro
Cartões amarelos: Marcelo Mattos, Andrezinho, Bruno Gallo (Vasco); Luís Ricardo (Botafogo)
Gols: Éder Luís, aos 15min do segundo tempo (Vasco), Emerson, aos 42min do segundo tempo
VASCO: Martín Silva, Madson, Rodrigo, Luan e Julio Cesar; Marcelo Mattos (Bruno Gallo), Julio dos Santos (Éder Luís), Andrezinho, Nenê e Jorge Henrique; Riascos (Thalles)
Técnico: Jorginho
BOTAFOGO: Jefferson, Emerson, Joel Carli, Diogo, Luís Ricardo; Rodrigo Lindoso (Damián Lizio), Airton, Gegê (Salgueiro), Bruno Silva e Ribamar; Luís Henrique (Neilton)
Técnico: Ricardo Gomes

%d blogueiros gostam disto: