BARRA FUNDA SPA & RESORT #63 – Trujillanos 1 x 1 Time do Mimimi

O time do Mimimi, das desculpas esfarrapadas, da falta de vontade de entrar em campo, da falta de comando na administração, da falta de transparência nas negociações e finanças e que treina, come e dorme no Barra Funda Spa & Resort esteve em campo pela terceira rodada da Libertadores para enfrentar o todo poderoso Trujillanos da maior escola de futebol do mundo, a Venezuela e bravamente conseguiu um heroico empate por 1 a 1, garantindo, ao final do primeiro turno da fase de grupo, a terceira posição do grupo, com incríveis 2 pontos.

Em cinco jogos na Libertadores desse ano, o Time do Mimimi já conquistou uma vitória gloriosa contra o imbatível Cesar Vallejo do Perú e anotou a absurda marca de 4 gols nessas partidas. O futebol pode não ser dos mais vistosos, mas temos o melhor elenco de explicações do mundo, a mais notável equipe de indiretas via imprensa. Quem senta no banco, adora falar para todo mundo que se sente injustiçado, que deveria jogar. Quando entra em campo, já cumpriu o que precisava mesmo, então é melhor não correr muito para não dar trabalho para os roupeiros lavarem o uniforme.

O Barra Funda Spa & Resort é o melhor lugar para você, atleta que não quer se esforçar muito, mas adora um falatório. Venha conhecer as instalações, os alojamentos, os campos para brincar com os amigos e levar a família. De vez em quando você precisar colocar um uniforme que já foi o mais vencedor do Brasil e um dos maiores da América do Sul e do mundo, mas não se preocupe. Só entre em campo, dê uma miguezinha. Se na arquibancada alguém reclamar, de uma choradinha nas suas redes sociais. Se o técnico não te colocar em campo, aproveite qualquer microfone para falar alguma asneira para lembrarem de você. Os torcedores dessa equipe pouco importam. Serão como férias remuneradas.

Ah, você que não é jogador, se tiver amizade com aqueles senhores chamados de conselheiros, pede uma vaguinha qualquer em um cargo administrativo. Se quiser fazer umas falcatruas não tem problema, que não haverá investigação mesmo. Se não tiver competência, também não esquenta não, só queremos sua amizade. Aqui no Barra Funda Spa & Resort é para relaxar. Só não vai se misturar com aquela turma que fala de profissionalização e títulos que são más pessoas.

É isso que se tornou aquele time que costumava mandar jogos no Cícero Pompeu de Toledo, que impunha respeito com a camisa tri-campeã da América e do mundo. Depois do ano de 2013, do final do ano passado, sempre estão arrumando um novo jeito de colocar o clube que amamos na lama. Esses que estão aí administrando o clube e jogando com nossa camisa, aquela que levamos para a arquibancada, não tem condições de estarem lá. Deveriam todos, do presidente ao ponta-esquerda, pegar o boné e irem embora. Consiguiram a façanha de estar praticamente eliminados numa fase de grupos da Libertadores em um grupo que tem um time venezuelano e um boliviano. Transformaram um clube com uma história grandiosa em uma área de preguiça. Estão, a cada dia, acabando com o São Paulo Futebol Clube.

Marcelo Tadeu Parpinelli

Um cara que gosta de opinar sobre tudo, principalmente daquilo que não conhece e não entende. Aspirante a filósofo nas horas vagas.

%d blogueiros gostam disto: