Bud Collins – A enciclopédia do tênis

No último dia 03/03 o mundo do tênis perdeu um dos seus maiores colaboradores, aos 86 anos na cidade de Brookline (Massachusetts), faleceu Bud Collins.

Um dos maiores jornalistas norte-americano, autor de vários livros sobre o tênis, entre eles: Bud Collins’ Modern Encyclopedia of Tennis (1994), Total Tennis: The Ultimate Tennis Encyclopedia (2003) e History of Tennis: An Authoritative Encyclopaedia and Record Book (2008).

Collins nasceu em 1929 na cidade de Lima, em Ohio, mas viveu em Boston por mais de cinco décadas, desde os tempos de estudante, ele contribuía com o jornal Boston Globe desde 1963 e ainda no final da década de 1960 começou a participar de transmissões de tênis para a tv americana, ele mudou os rumos do acompanhamento do esporte pela mídia.

Cobriu o tênis para CBS e NBC, essa última por mais de 30 anos, participava também dos programas da ESPN.

serena bud
Entrevistando as irmãs Williams

Referenciado nos Estados Unidos, onde no último US Open recebeu uma justa homenagem, quando a organização batizou a sala de imprensa do torneio com seu nome. A inscrição na placa dizia: “Jornalista, Comentador, Historiador”.

budcollins_nadal_usopen_int
Collins e Rafael Nadal no Us Open

Ele ajudou os americanos a conhecer um pouco melhor o Major britânico, com suas 44 coberturas em Wimbledon e seu programa na NBC: “”Breakfast at Wimbledon”.

rf bud
Bud um dos grandes admiradores de Federer

Com a notícia de sua morte, inúmeros atletas se manifestaram, a ex-número um do mundo Billie Jean King, que foi apontada como estrela do esporte por Collins mesmo antes de o ser, falou da perda: “Ele foi um dos poucos que se preocupou com o tênis feminino antes de ele se tornar popular, e eu nunca esquecerei isso”. Ela ainda completou: “Poucas pessoas tiveram a importância histórica, o impacto duradouro, e o amor sem reservas para o tênis como Bud Collins”.

Reprodução: Twitter
Reprodução: Twitter

O brasileiro Gustavo Kuerten também lamentou a morte de Bud pelas redes sociais.

Guga lembra Bud
Reprodução: Twitter

Ele entrou par a o Hall da Fama do tênis em 1994.

O tênis ficou mais triste com sua ausência.

 

%d blogueiros gostam disto: