Chapecoense: a surpresa que pode virar realidade em 2016?

Surpresa nos últimos dois anos na Série A do Brasileirão, a Chapecoense consolida-se como o time “queridinho” do Brasil. Seja pela zoeira, seja pela simpatia, o fato é que o Verdão do Oeste cada vez mais torna-se forte no cenário nacional. De disputar a Série D em 2009 até enfrentar o River Plate na Copa Sul-Americana (2015), a Chape mostra que não chegou apenas para fazer graça, ela chegou para ficar.

Campeão catarinense em 2007 e em 2012, vice-campeão da Série B em 2013, quartas de final da Sul-Americana em 2015. A Chapecoense surpreende não pelos resultados finais, que nem são tão gloriosos assim, mas pela raça que apresenta (e também pelas goleadas que costuma dar em gigantes do futebol brasileiro).

Em 2016, apesar da base mantida, a equipe perdeu jogadores como o meia Camilo e o atacante Túlio de Melo. Com a chegada de vários reforços, as ausências sequer foram sentidas e o desempenho vem se mostrando excelente. Foram 10 jogos na atual temporada, com oito triunfos e dois empates. 15 gols marcados e apenas 4 sofridos. O desempenho arrasador anima, se as boas atuações forem mantidas no decorrer da temporada é bem capaz de vermos a surpresas virar realidade.

O time-base da Chapecoense é: Danilo; Gimenez, Rafael Lima, Thiego e Dener Assunção; Gil, Cleber Santana e Ananias; Maranhão, Bruno Rangel e Kempes. O treinador Guto Ferreira ainda conta no elenco com jogadores como o zagueiro Neto, o volante Josimar, os meias Nenén e Martinuccio, além dos atacantes Lucas Gomes e o uruguaio Martín Alaniz.

Foto: Chapecoense/Fran Constante
Foto: Chapecoense/Fran Constante

Dados curiosos sobre a Chapecoense

  • Enfrentou o Fluminense quatro vezes e venceu as quatro
  • Já aplicou 5×0 no Internacional e 5×1 no Palmeiras
  • É o 24º colocado no ranking da CBF
  • É o 160º colocado no ranking da IFFHS
  • Em 2015, venceu o River Plate por 2×1 na Copa Sul-Americana
  • Já realizou 5 jogos internacionais (2 vitórias, 2 empates e 1 derrota)

z_4

Heider Mota

Baiano, 21 anos, estudante de jornalismo e amante dos esportes. Twitter: @heiderzito

%d blogueiros gostam disto: