GIGANTE #06 – Vasco 1×0 Botafogo

Vasco vence mais um clássico, bate o Botafogo e é o único invicto no campeonato carioca. Mesmo não apresentando um bom futebol, o cruzmaltino mostrou sua superioridade técnica e com um gol do atacante Thalles se manteve isolado na liderança.

O embate entre os dois invictos em São Januário não recebeu um bom público e esteve longe do nível técnico esperado pelos torcedores. O Vasco até que tentou, mas não conseguiu impor seu ritmo de jogo no primeiro tempo. Já o Botafogo brigou e foi bem armado pelo técnico Ricardo Gomes e deu bastante trabalho para os mandantes.

A partida começou tensa, muitos passes errados e poucas oportunidades de gol. O Botafogo apostou desde cedo nas jogadas áreas e forçou bolas em cima do jovem Jordi. Apesar de não jogar bem, o Vasco saiu na frente aos 25 minutos. Nenê, que estava apagado, com um belo toque achou Thalles, que de esquerda soltou uma bomba e estufou as redes do goleiro Jefferson.

O placar não refletia a partida, o Botafogo estava melhor no jogo, mesmo não estando nos seus domínios, tinha mais posse de bola e chances de gol. Em um lance bem duvidoso, os alvinegros ainda tiveram um gol anulado logo após sofrer o primeiro.

Nenê, o destaque do Vasco, teve uma atuação apagada. ( esportes.yahoo.com
Nenê, o destaque do Vasco, teve uma atuação apagada. (Fonte: esportes.yahoo.com)

Na etapa complementar, o Botafogo foi pra cima em busca do resultado. Tentava de todas as formas mas não conseguia vencer o arqueiro vascaíno. Enquanto isso, os comandados de Jorginho trocavam passes no meio de campo e subiam em raros contra ataques.

Andrezinho, melhor da partida, se movimentava, buscava o jogo, voltava para ajudar na saída de bola e dava a lucidez que o meio de campo precisava. Neílton infernizava o lado esquerdo da defesa cruzmaltina mas sentiu falta de um bom companheiro de ataque.

As mudanças pelo lado do Vasco foram cautelosas e não comprometeram o restante da partida e vale destacar que pela primeira vez na temporada, o lateral Yago Pikachu foi usado na sua posiçao de origem, o jogador até era utilizado mais como um meia aberto. Satisfeito com a vitória, o time se fechou e mesmo com sustos garantiu mais três pontos.

O próximo compromisso do time da Colina será mais um clássico, dessa vez contra o Flamengo (30), em Brasília, no estádio Mané Garrincha. Cerca de 25 mil ingressos foram vendidos para o confronto.

FICHA TÉCNICA:

VASCO 1 X 0 BOTAFOGO

DATA/HORA: 27/3/16, às 16h
LOCAL: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
ÁRBITRO: ROdrigo Nunes de Sá (RJ)
AUXILIARES: Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Diogo Carvalho Silva (RJ)
CARTÕES AMARELOS: Rodrigo, Julio dos Santos, Jorge Henrique, Jordi e Thalles (VAS), Diego e Airton (BOT)
CARTÕES VERMELHOS: –
PÚBLICO E RENDA: 6.483 pagantes; 7.314 presentes; R$ 232.590,00

GOL: Thalles (25’/1ºT)

VASCO: Jordi, Madson (Yago Pikachu, 39’/2ºT), Luan, Rodrigo e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Julio dos Santos (Bruno Gallo, 25’/2ºT), Andrezinho e Nenê; Thalles e Jorge Henrique (Caio Monteiro, 25’/2ºT) – Técnico: Jorginho.

BOTAFOGO: Jefferson, Diego, Carli, Emerson (Renan Fonseca, 18’/2ºT) e Diogo Barbosa; Airton, Bruno Silva e Rodrigo Lindoso (Nuñez, 32’/2ºT); Salgueiro e Gegê (Neilton, 25’/2ºT); Ribamar – Técnico: Ricardo Gomes

%d blogueiros gostam disto: