HTE Sobre Rodas #13 – Quem é quem: Williams Martini Racing

Texto: João Magalhães

Mesmo com o brilho e a paixão de Frank Williams a Equipe Williams de Formula 1 teve um começo humilde, até se tornar uma das grandes. Ao longo das últimas quatro décadas a equipe acumulou vitórias em grandes prêmios e glória do campeonato, e neste processo alimentou alguns dos maiores talentos no esporte, tanto dentro como fora do cockpit.

Em 2013, a Williams começou com grandes expectativas, porém o seu FW35 decepcionou nas mãos de Pastor Maldonado e o estreante naquela temporada Valtteri Bottas. A equipe terminou em 9º colocado no geral.

Foto: Williams F1
Foto: Williams F1

Já em 2014, a equipe colocou em seu cockpit o brasileiro Felipe Massa como primeiro piloto junto ao Valtteri Bottas, só que o brasileiro Massa não era a única novidade do ano. A Williams passou a receber os motores Mercedes em seu novo FW36, visando um lugar melhor no campeonato e conseguindo no final conquistar 8 pódios das 19 corridas. A equipe ficou em terceiro no mundial de construtores

Na temporada seguinte a Williams não fez diferente, manteve sua dupla de pilotos, seus motores Mercedes e se consolidou a terceira melhor equipe da Formula 1. Apesar de ter ficado um pouco distante dos grandes concorrentes de frente, a equipe finalizou o ano satisfeita com mais um bom trabalho.

A Williams entrou na pré-temporada 2016 com Valtteri Bottas e Felipe Massa cheios de cautelas. Mas, mesmo sem incomodar a ponta da tabela durante muitos anos, o engenheiro Rod Nelson acha que já viu o suficiente para dizer que a Williams deu um passo a frente em relação ao ano passado. “Não há dúvida de que a Mercedes e a Ferrari são extremamente fortes”, disse ele ao classificar o rendimento no final dos testes da semana passada. “Nós gostaríamos de pensar que estamos realmente lentos em relação com a Ferrari. Temos mais alguns ajustes para trazer para o carro, incluindo um nariz mais curto, e eu tenho certeza que eles têm também. Nós vamos fazer o melhor trabalho que pudermos. A Mercedes já se foi, mas nós gostaríamos de ser o segundo. Eu acho que Massa e Bottas tem uma confiança silenciosa pronta para a Austrália”.

Foto: Williams F1
Foto: Williams F1

Expectativas de Massa
Felipe Massa: “O que eu faço não é exatamente uma filosofia de sobrevivência ou estratégia, a cada ano eu quero fazer melhor do que na temporada passada, e isso é provavelmente o segredo que me mantém aqui”. Felipe Massa também afirmou que está firme para competir outra temporada e está disposto em dar o seu melhor, seja na Williams ou em qualquer outra equipe.

“A Austrália é sempre um bom lugar para começar a temporada , porque é um país fantástico e a gente gosta de ir lá, é também uma corrida onde tudo pode acontecer. Eu estou realmente ansioso para começar a nova temporada, e eu espero que nós possamos começar bem , como fizemos no ano passado. Espero que nosso carro seja competitivo imediatamente, essa é a coisa mais importante. Estou bastante otimista de que podemos ter uma boa primeira corrida e uma boa temporada”.

Expectativas de Bottas
Bottas: “Melbourne é uma cidade muito agradável e eu sempre aproveito indo para lá. As pessoas são agradáveis e o clima é normalmente muito bom. A primeira corrida do ano é um momento muito emocionante para todos, eu realmente gosto da pista, para mim é um dos melhores de todo o calendário da Fórmula 1. No ano passado foi decepcionante para mim , por causa da minha lesão nas costas, mas este ano eu estou ansioso para começar a temporada com um bom resultado”.

Equipe: Williams Martini
Chefe: Frank Williams
Ano de Entrada: 1978
Campeonatos Mundiais: 9
Pilotos: Felipe Massa (19) / Valtteri Bottas (77)


Texto produzido por Marcelo Filipe

%d blogueiros gostam disto: