Rugby Internacional: Brasil HISTÓRICO e os jogos do fim de semana #ARC2016 #SN2016 #WSN2016

O fim de semana foi de muita emoção no mundo do rugby e tivemos muitas alegrias, a começar pelos Jaguares, a franquia argentina no Super Rugby, conquistando uma vitória importantíssima e histórica na estreia do torneio contra os Cheetahs da África do Sul. No sábado a melhor notícia do dia: Os Tupis vencem os Estados Unidos de virada, com um penal no último lance de Moisés Duque.

No velho continente, mais do mesmo: Inglaterra vence tanto no feminino quanto no masculino e continua a busca pelo Grand Slam dos dois torneios Six Nations 2016 e, enquanto a Itália sofre pra sobreviver no Tier 1 do rugby masculino e demitiu seu técnico Jacques Brunel, no feminino veio a vitória sobre a Escócia. Gales também conquistou a dobradinha nas duas categorias sobre a imprevisível França(também nas duas categorias).

Na estreia do Super Rugby, franquia argentina vence fora de casa

A nova franquia argentina no Super Rugby superou um começo desastroso, onde perdiam por 24-3 no intervalo, para um triunfo histórico frente os Cheetahs in Bloemfontein, se tornando a única equipe da rodada a vencer fora de casa e a primeira a vencer a estreia fora, os Jaguares fizeram história e têm tudo para continuarem dando alegrias a nós, torcedores do rugby argentino.

Com duas pinturas de Landajo, uma pelo passe sensacional do gordito e capitão Agustín Creevy e a outra depois uma corrida de 70 metros de seu companheiro – e o pé certeiro de Nico Sánchez, os Jaguares garantiram a virada dramática e a vitória no segundo tempo. Mas ainda há muito a corrigir e os Pum, ops, Jaguares sabem fazer isso muito bem.

Veja os melhores momentos abaixo:

Dat: 26 de fevereiro de 2016, 19:00 local, 14:00 Brasília
Estádio: Free State Stadium, Bloemfontein
Cheetahs 33 – 34 Jaguares argentinos
Placar de primeiro tempo: 24 – 17
Tries: Small-Smith, van Jaarsveld, F Venter, Penalty        Tries: Baez, Creevy, Landajo 2
Cons: Zeilinga 2                                                                          Cons: Sanchez 4
Pens: D Marais, Zeilinga 2                                                       Pens: Sanchez
Drops: —                                                                                      Drops: Sanchez

Cheetahs: 15Clayton Blommetjies, 14Sergeal Petersen, 13Francois Venter, 12William Small-Smith, 11Raymond Rhule, 10Fred Zeilinga, 9Shaun Venter, 1Charles Marais, 2Torsten van Jaarsveld, 3Maks van Dyk, 4Carl Wegner, 5Lood de Jager, 6Boom Prinsloo, 7Uzair Cassiem, 8Niell Jordaan;

Reservas: 16Jacques Du Toit, 17Ox Nche, 18Luan de Bruin, 19Reniel Hugo, 20Henco Venter, 21Paul Schoeman, 22Tian Meyer, 23Daniel Marais.

Jaguares: 15Joaquin Tuculet, 14Santiago Cordero, 13Matias Moroni, 12Jeronimo de la Fuente, 11Emiliano Boffelli, 10Nicolas Sanchez, 9Martin Landajo, 1Lucas Noguera Paz, 2Agustin Creevy, 3Ramiro Herrera, 4Guido Petti Pagadizaval, 5Tomas Lavanini, 6Pablo Matera, 7Rodrigo Baez, 8Leonardo Senatore;

Reservas: 16Julian Montoya,17Santiago Garcia Botta, 18Nahuel Tetaz Chaparro, 19Matias Alemanno, 20Facundo Isa, 21Gonzalo Bertranou, 22Santiago Gonzalez Iglesias, 23Matias Orlando.

Aqui no Americas Rugby Championship, vitória dos Tupis, quatro posições acima no ranking da WR e história escrita

Os irmão Duque(Lucas e Moisés) comemoram o penal convertido no último lance de jogo

Sábado foi um dia mágico em Barueri, São Paulo, onde o Brasil conquistou a vitória no primeiro confronto contra os EUA. A 16ª equipe do ranking teve seus objetivos de se manter invicta frustrados quando um penal virou o jogo no último lance dos pés de Moisés Duque. Estávamos na 42ª posição no ranking até então.  O resultado da partida teve impacto na comunidade rugbística mundial e, mais do que isso, rankings foram atualizados, com o Brasil ficando em 38º e os EUA em 17º e o mundo vendo o torneio com outros olhos, como uma extensão do Six Nations.

Tupis v Eagles é só o começo do que o rugby brasileiro pode conquistar nos anos vindouros. O rugby tem se mostrado um esporte onde o favorito não significa muita coisa e o que realmente importa é quanto se deixa em campo. O exemplo mais recente disso é do Japão vencendo a África do Sul em plena RWC2015.

Confira o JOGO COMPLETO abaixo:

Com este resultado, o Brasil fica em 5º, acima do Chile. Os EUA caíram para a segunda posição, com a expressiva vitória da Argentina sobre o Canadá.

Confira os outros resultados do fim de semana:

2016 Americas Rugby Championship #ARC2016

Chile Cóndores 20 – 23 Uruguai Teros

Brasil Tupis 24 – 23 USA Eagles

Argentina XV 54 – 21 Canadá

Você acompanha o ARC2016 no HTE Sports e confere a tabela do torneio aqui!

2016 Women’s Six Nations #WSN2016

Inglaterra 13 – 9 Irlanda

País de Gales 10 – 8 França

Itália 22 – 07 Escócia

Você acompanha o WSN2016 no HTE Sports e confere a tabela do torneio aqui.

2016 Six Nations #SN2016

Inglaterra 21 – 10 Irlanda
Itália 20 – 36 Escócia
País de Gales 19 – 10 França

Você acompanha o SN2016 no HTE Sports e confere a tabela do torneio aqui.

 

 

Vinícius Guedes

Administrador de Empresas pela UFRRJ, Segurança Privado, Árbitro de Rugby pela RioRefs, jogador pelo Itaguaí Rugby. Gosta de esportes, filmes, séries e muita música.

%d blogueiros gostam disto: