Vem de 5: Camisas aposentadas curiosas

Nessa semana a equipe da NFL Indianapolis Colts anunciou que irá aposentar o número 18, em homenagem ao quarterback recém aposentado Peyton Manning, que jogou de 1998 à 2012 na franquia e conquistou diversos recordes e um Super Bowl. Homenagens como essas são comuns nos esportes americanos e até em alguns times europeus. É uma maneira de preservar a identidade criada por um ídolo da equipe. Mas, há também, algumas aposentadorias menos convencionais. Vamos aqui nessa edição do “Vem de 5” lembrar algumas delas.

MLB – 42 de Jackie Robinson

Na principal liga de beisebol dos EUA está talvez a maior homenagem a um atleta. Em 1997 todas as franquias da MLB aposentaram o número 42 em homenagem a Jackie Robinson, primeiro jogador negro da liga. Somente o NY Yankees continuou utilizando o número após a cerimônia de homenagem a Robinson com Mariano Rivera, aposentado em 2013. Em 15 de abril de 2004, instituiu-se o “Jackie Robinson Day” data onde todos os jogadores de todas as equipes usam o N° 42 – ideia inspirada na frase de um de seus companheiros de time quando este falou: “Quem sabe amanhã todos usemos 42, para que ninguém mais consiga nos diferenciar”. A história dele, contamos na série Cine HTE, com o filme “42 – A história de uma lenda”.

NHL – Wayne Gretzky

Considerado por muitos o maior jogador de todos os tempos de hóquei, Wayne Gretzky teve como homenagem o número 99 ser aposentado de todas as equipes da NHL e também da seleção canadense. Curiosamente, enquanto jogava em ligas amadoras utilizava a número 9, mas quando começou na Ontario Hockey League pelo Sault Ste. Marie Greyhounds a numeração já estava em uso, então solicitou ao seu técnico a camisa 99. Depois de 20 anos na NHL onde estabeleceu diversos recordes e conquistou 4 vezes a Stanley Cup pelo Edmonton Oilers, deixou o gelo em 1999 e recebeu a justa homenagem da liga.

Miami Heat – 13 de Dan Marino e 23 de Michael Jordan

Dan Marino foi um dos maiores nomes (para muitos, o maior) da história do Miami Dolphins, da NFL, tornando-se um ícone da cidade da Flórida. Muitos filmes rodados na cidade, como Ace Ventura e Bad Boys II, por exemplo, contam com a presença do eterno camisa 13 do Dolphins. E o Heat, franquia da NBA criada em 1988, decidiu também homenagear esse grande atleta local aposentado para o basquete também o número 13.

Outro caso curioso no Miami Heat é a aposentadoria do número 23 em referência à Michael Jordan, considerado por muitos o maior jogador de basquete de todos os tempos. Jordan nunca defendeu a franquia de Miami, tendo sua carreira praticamente inteira no Chicago Bulls, onde conquistou seis títulos da NBA e 5 prêmios de MVP da temporada regular, dentre outras, mais dois anos no Washginton Wizards, time que era presidente operacional após sua segunda aposentadoria em Chicago.

Seattle Seahawks, Orlando Magic e Sacramento Kings – 12, 6 e 6 – Torcidas

Seattle Seahawks na NFL e Orlando Magic e Sacramento Kings na NBA resolveram homenagear seu torcedor ao aposentar os números 12 e 6, respectivamente. O torcedor, como muitos gostam de dizer, é aquele jogador extra de uma equipe (12º no caso do futebol e 6º no caso do basquete). A camisa 12 do Seahawks, inclusive, aparece sempre as mais vendidas temporada atrás de temporada da NFL.

São Paulo – 01 – Rogério Ceni

No futebol brasileiro esse tipo de homenagem não é nada comum, até por conta de algumas regras das confederações locais, que exigem numeração fixa. No São Paulo, Rogério Ceni começou a utilizar o número 01 nas costas, por conta de uma brincadeira de que ele poderia ser o camisa 10 da equipe dado sua habilidade com os pés, principalmente em cobranças de faltas e pênaltis. O jogador tornou-se um mito para seus torcedores e o número 01 virou uma marca registrada. Em seu jogo de despedida no mês de dezembro de 2015 anunciou que, em sua homenagem, o clube não usaria mais o 01 com nenhum outro atleta.

 

Marcelo Tadeu Parpinelli

Um cara que gosta de opinar sobre tudo, principalmente daquilo que não conhece e não entende. Aspirante a filósofo nas horas vagas.

%d blogueiros gostam disto: