Vem de 5: Peyton Manning

Nesse dia 7 de março de 2016 ocorreu o anúncio que todos esperavam, mas que muitos fãs da NFL gostariam que nunca chegassem: A carreira do QB Peyton Manning chegou ao fim. Um jogador que fez história vestindo o número 18 do Indianapolis Colts e Denver Broncos, 5 vezes MVP da temporada regular, dono de diversos recordes como passes para TD e jardas aeras, na temporada e na carreira, chegou ao fim. Resumir 18 anos em 5 pontos de destaque é praticamente impossível e certamente faltarão momentos tão importantes ou mais que esses que colocaremos aqui. E você está convidado a comentar com a gente o que mais Peyton Manning deixará na sua memória.

Leia Também – O adeus de uma lenda

1998 – O Draft

18 Apr 1998: First overall pick Peyton Manning shows off his jersey after being selected by the Indianapolis Colts in the first round of the 1998 NFL Draft at Madison Square Garden in Manhattan, New York. Mandatory Credit: Jamie Squire /Allsport

Depois de uma brilhante carreira na Universidade de Tenesee, Peyton Manning chegou ao Draft de 1998 como um dos maiores prospectos dos últimos anos. Antes do draft, dividia a atenção com outro QB, Ryan Leaf, havendo grandes debates sobre quem o Indianapolis Colts, que vinha de uma temporada com campanha de 3 vitórias e 13 derrotas, iria selecionar na primeira posição geral. Manning foi para o Colts e, diz a história que passou a noite estudando o playbook. Leaf foi a segunda escolha, pelo Chargers, e foi comemorar em Las Vegas. Hoje, não há dúvida sobre quem escolheu melhor.

2006 – A Final da AFC

VD5 PM - Final da AFC

Peyton Manning era um monstro na temporada regular, mas ainda não havia levado o Indianapolis Colts ao tão sonhado Super Bowl. E via crescer um grande rival, o New England Patriots de Tom Brady, em que não vencia. Na final da AFC de 2006, as duas equipes se encontraram no RCA Dome, em história contada na nossa série Reconto HTE (Leia aqui). Com uma virada espetacular, os Colts venceram por 38 x 34 e foram para seu primeiro Super Bowl da era Manning, onde venceriam o Chicago Bears por 29 x 17, com Peyton sendo eleito o MVP da grande decisão.

2009 – MNF vs Patriots e a rivalidade da década

VD5 PM - Rivalidade da Década

Colts e Patriots enfrentaram-se no Monday Nigth Football no Lucas Oil Stadium na temporada de 2009 e as chamadas da televisão norte americana foi toda concentrada no duelo Peyton Manning vs Tom Brady, denominado a rivalidade da década. Os Patriots dominaram o confronto inteiro a ponto de Paulo Antunes, comentarista dos canais ESPN, dizer que “Brady está brincando com a secundária dos Colts”. No último período, a diferença era de 3 posses de bola em favor de New England. Mas Manning e o Colts se recuperam de forma histórica, contando ainda com uma chamada de 4 para 2 jardas de Bill Belichick no final do jogo mal sucedida. Manning, um gênio do No Huddle, saiu com a vitória.

2013 – O jogo de 7 TDs

Denver Broncos vs. Baltimore Ravens

Na aberturada da temporada de 2013, a segunda de Peyton com a camisa do Denver Broncos, o time de Colorado recebeu recém-campeões do SB Baltimore Ravens. Se a primeira temporada deixou algumas dúvidas sobre a recuperação física de Manning, principalmente depois da derrota no Divisional Round da temporada anterior contra o mesmo Ravens, na prorrogação onde Peyton foi interceptado, esse confronto não deixou dúvidas. Manning lançou 7 passes para TD, empatando o recorde da NFL. Ao final da temporada, seriam 55 TDs, recorde absoluto da NFL, além de 5047 jardas, também melhor marca da história da liga.

O último rodeio

APTOPIX Super Bowl Football

Ao término da final da AFC, para variar contra o Patriots, Manning confidenciou a Bill Belichick que estava indo para seu último rodeio, seu último jogo da carreira no SB 50. Peyton não teve uma temporada digna dos seus melhores tempos, nem um desempenho memorável na pós-temporada e no Super Bowl. O grande trunfo da equipe de Denver foi sem dúvida sua forte defesa. Mas o xerife, como é chamado por muitos, mostrou que se seu físico não é mais o mesmo, o que lhe fez ser um dos maiores da história, o cérebro, ainda estava afiado. Com decisões inteligentes, conduziu a campanha decisiva para a vitória por 24 x 10 e seu segundo anel do Super Bowl.

Leia Também – O último rodeio

E você amigo leitor? Tem algum momento memorável da carreira de Peyton Manning? Comente com a gente aqui no site ou em nossas redes sociais.

Marcelo Tadeu Parpinelli

Um cara que gosta de opinar sobre tudo, principalmente daquilo que não conhece e não entende. Aspirante a filósofo nas horas vagas.

%d blogueiros gostam disto: