Backcourt NBA – E o MVP vai para?

Estamos chegando ao fim da temporada regular. Apenas algumas vagas no Leste e Oeste em disputa e a ordem dos enfrentamentos nos playoffs. Algumas equipes já começaram até a poupar atletas em determinados jogos, principalmente os veteranos, para chegarem inteiros ao momento que mais importa na temporada. Porém, dentre as equipes que estão com a vida já definida temos a briga para o prêmio individual de maior valor, o de MVP. E nessa briga temos Stephen Curry, do Golden State Warriors que está a um passo de tornar a franquia com o melhor desempenho em temporada regular, e Russel Westbrook, o terceiro colocado no Oeste Oklahoma City Thunder.

Há algumas semanas no Twitter um dos perfis que cobrem a NBA aqui no Brasil (e peço perdão de não lembrar exatamente qual) postou a uma pesquisa colocando as estatísticas de pontos, assistências e rebotes dos dois jogadores mas sem dizer o nome deles e perguntou para os seguidores que, se tivessem que contratar um PG para sua equipe, quem seria? Praticamente 90% das pessoas que responderam a pesquisa responderam, baseado nas estatísticas, que contratariam Russel Westbrook.

Dados e Imagem: ESPN
Dados e Imagem: ESPN

O armador do Oklahoma City tem números excelentes como podemos ver acima. Praticamente 24 pontos, 10 assistências e quase 8 rebotes por jogo. Além disso, já foram 14 Triple-doubles na temporada, 7 apenas no mês de março, igualando o recorde estabelecido por Michael Jordan na temporada 1988/1989. O armador foi a estrela praticamente solitária da equipe na temporada passada com a contusão de Kevin Durant e tem nessa temporada mostrado uma evolução gigante, com infiltrações precisas e melhor senso defensivo.

Já Curry é o principal nome de uma equipe prestes a fazer história. Muitos o colocam simplesmente como arremessador de bolas de três, mas o jogador do Warriors aumentou consideravelmente seu leque de jogadas ofensivas nesse ano, com dribles desconcertantes e ótimo aproveitamento de bloqueios e hand-off. É verdade que conta também com uma equipe muito boa ao seu redor, como seu escudeiro Klay Tomphson e Draymond Green, que vem fazendo uma temporada excelente. O que peca ainda em Curry é o lado defensivo, onde mostra claras dificuldades na marcação, mas com ótima velocidade para fazer a transição para o melhor ataque da liga.

Dado esses fatores, podemos dizer que Westbrook é um jogador mais completo. É ótimo dos dois lados da quadra, embora Curry tenha sido mais mágico durante a temporada. Porém, como bem lembrou esse mesmo perfil do Twitter que fez a pesquisa citada acima, a tradução literal de MVP é jogador mais importante, ou seja, aquele que é o maior diferencial da sua equipe para o sucesso da mesma. A campanha de Oklahoma, em uma temporada normal, condicionaria a equipe a ter a primeira ou segunda posição geral da liga. Basta compararmos o recorde do Thunder com o da conferência Leste. Só não está acima no Oeste pelo fato das campanhas de Warriors e Spurs serem surreais. Mas é inegável que o desempenho de Westbrook é essencial para esse recorde. E tenho minhas dúvidas se podemos afirmar o mesmo do Warriors sem Curry, que esteve fora de 5 jogos na temporada, com 4 vitórias de Golden State. Curry vem sendo espetacular, mas Westbrook , que também tem uma temporada sensacional, me parece mais importante para o Thunder. De qualquer maneira, o prêmio de MVP ficará em boas mãos. E que venham os playoffs e o encontro desses gigantes (não esquecendo a equipe do San Antonio Spurs nesses confrontos).

Marcelo Tadeu Parpinelli

Um cara que gosta de opinar sobre tudo, principalmente daquilo que não conhece e não entende. Aspirante a filósofo nas horas vagas.

  • Tiago Felipe

    Essa matéria foi do dia 05 de abril e nessa data a noite ele já havia feito 17 tripos-duplos e não 14 como coloca a matéria. Ele sem sombra de dúvidas é mais o completo e o que mais evoluiu nos últimos 2 anos.

%d blogueiros gostam disto: