Turnover – Os três QBs selecionados no primeiro dia do Draft

Texto: João Raphael Nunes

O futebol americano é um esporte conhecido por ser altamente coletivo, porém, existe uma unanimidade quando se trata da posição mais importante: O Quarterback, cérebro do time, o líder de uma franquia, em uma grossa comparação, o camisa 10 do futebol da bola redonda.

As equipes sabem da importância de possuir um Franchise QB, com isso, muitas vezes os GMs pagam loucuras a Signal callers que ainda não se provaram por completo – Brock Osweiler é o ultimo bom exemplo – ou selecionam o futuro da franquia através do Draft.

Com a primeira e segunda escolha geral do Draft de 2016, Los Angeles Rams e Philadelphia Eagles selecionaram, respectivamente, Jared Goff e Carson Wentz. A notícia não pegou ninguém desprevenido, visto que a movimentação já era esperado desde a semana passada. A grande surpresa da noite no quesito Quarterback foi Paxton Lynch: O produto de Memphis foi draftado na 26ª escolha, após o Broncos terem realizado um trade up com o Seattle Seahawks. Anteriormente, o New York Jets teve a oportunidade de escolhê-lo, porém, acabou não o fazendo.

 

image

Dentre os três, Jared Goff é o mais preparado, apesar de ainda não estar pronto para ser titular desde a primeira rodada. O produto de do Califórnia Bears lançou para 96 touchdowns e 30 interceptações durante seus três anos de universidade. Para selecionar Goff o Rams trocaram com o Titans, que recebeu as seguintes picks: Duas escolhas de segunda rodada de 2016, uma escolha de terceira rodada, também em 2016. Com se já não bastasse isso tudo o Titans também recebe as escolhas de primeira e terceira rodada do Los Angeles Rams no Draft 2017

 

image

Carson Wentz, o segundo QB selecionado, vem da segunda divisão da NCAA. Apesar de ter despertado um grande hype, ainda não tem a capacidade de ser starter, precisando assim começar no banco do Eagles para adquirir experiência. Em seus anos de North Dakota State ele lançou para 45 touchdowns e 14 interceptações. Para draftá-lo o Philadelphia Eagles teve que ceder cinco escolha dos próximos três drafts para o Cleveland Browns.

 

 

image
Por fim temos Paxton Lynch, o produto de Memphis é o mais cru do trio, porém, é o que demonstra ter mais potencial a longo prazo, possuindo um bom braço e, mesmo com 2.1m, possui uma agilidade invejável para um Quarterback tão alto. Paxton em seu último ano lançou para 28 touchdowns e apenas 4 interceptações, o que acabou lhe levando a desbancar o também QB Connor Cook na avaliação dos especialistas. Para adquirir Lynch o Broncos trocou uma escolha de terceira rodada do Draft de 2016 com o Seattle Seahawks.

A primeira rodada do Draft de 2016 serviu para nos mostrar que, mesmo com bons jogadores nas mais diversas posições, a necessidade de escolher um Quarterback no mínimo bom é tão alta que os três primeiros selecionados da posição vinheram a partir de trades. Os times acabaram por investir em três bons Quarterbacks, porém, que necessitarão de paciência até atingirem seu ápice dentro da NFL. Só o futuro poderá dizer quem errou e quem acertou no evento mais importante da intertemporada.

%d blogueiros gostam disto: