Vem de 5: Parabéns Rivaldo

Um dos maiores jogadores da história do futebol brasileiro completa hoje, 19/04, 44 anos de idade. Camisa 10 na conquista do penta, Rivaldo por muitas vezes é subestimado em relação a outros jogadores de sua geração, mas foi um dos pilares da última seleção que conquistou a Copa do Mundo para o Brasil, além de computar um vice-campeonato em 1998. Para homenageá-lo nessa data, vamos lembrar cinco jogos marcantes de sua gloriosa carreira.

Final Brasileiro Palmeiras 1994 – 1º jogo

Rivaldo teve destaque no Carrossel Caipira do Mogi Mirim no início dos anos 90. Contratado pelo Corinthians em 1993 acabou saindo após um ano e indo para o rival Palmeiras. Na final do Brasileiro daquele ano, mostrou que o time do Parque Sâo Jorge não estava correto em não ver o seu valor e anotou 2 gols no primeiro jogo da decisão que terminou com vitória palestrina por 3×1. O Palmeiras, na semana seguinte, sagraria-se campeão brasileiro pela quarta vez em sua história.

Final da Copa do Mundo – Brasil x Alemanha 2002

Copa conhecida pela recuperação de Ronaldo, teve em Rivaldo um dos principais jogadores do selecionado brasileiro. Contra a Bélgica, nas oitavas de final, e contra a Inglaterra nas quartas Rivaldo foi decisivo, marcando gols nos momentos cruciais da partida. Na grande final contra a Alemanha soltou uma bomba de fora da área que Oliver Khan não segurou e deixou no pé de Ronaldo para abrir o placar.

Amistoso Brasil x Argentina – 1999

Sob o comando do “pofessô” Wanderley Luxemburgo, o Brasil fez dois amistosos consecutivos com a Argentina, perdendo o primeiro em terras hermanas. Na “volta” disputada no Beira-Rio, Rivaldo destruiu com o jogo e marcou três vezes, sendo o único brasileiro a fazer um hat-trick contra os enternos rivais. Ainda viu Ronaldo deixar sua marca para a vitória brasileira por 4×2.

Barcelona 3 x 2 Valencia (2001)

O Barcelona não vivia seu melhor momento e, na última rodada do Espanhol, precisava da vitória para classificar-se para a Champions League. Camisa 10 azul-grená, Rivaldo anotou de dentro da área, um forte chute de fora da área, mas o Valencia segurava o empate de 2 x 2 até os 42 do segundo tempo. Rivaldo então recebeu na entrada da área de costas pro gol, matou no peito e soltou uma bicicleta linda, a mais bonita que já, para dar a vitória aos culés.

Mogi-Mirim 3 x 1 Macaé – 2015

Já é um caso raro na história do futebol pai e filho jogarem na mesma equipe profissional. Mais raro ainda é os dois anotarem gols num mesmo jogo. Pela série B de 2014, Rivaldo e seu filho Rivaldinho anotaram os três gols do Mogi-Mirim contra o Macaé na vitória por 3×1. Foram dois do filho e um do pai. Momento histórico e emocionante para um dos maiores jogadores que minha geração pode acompanhar.

E você? Que outro grande momento de Rivaldo guarda recordações? Comente com a gente.

Marcelo Tadeu Parpinelli

Um cara que gosta de opinar sobre tudo, principalmente daquilo que não conhece e não entende. Aspirante a filósofo nas horas vagas.

%d blogueiros gostam disto: