CR7 e Messi, eu odeio vocês

Texto: Giovanni Spiassi

De tempos pra cá, o mundo do futebol é polarizado por apenas duas estrelas: Cristiano Ronaldo e Lionel Messi. Dois jogadores extraordinários, que cravaram seu nome na história do esporte e que para uns ou outros, não vai ter jogador melhor a existir. Agradeço imensamente por vê-los jogar e poder passar isso a minhas gerações, mas confesso que isso é completamente aborrecedor.

Desde o ano de 2008, a Bola de Ouro é entregue para um deles. Consigo aqui listar  jogadores que poderiam ter concorrido de igual para igual e até passando na frente na premiação final.

2010

Acredito que esse foi o ano mais injustiçado da história da Bola de Ouro. Wesley Sneijder aguentou a Internazionale  nas costas os levando à conquista da Serie A, Copa da Itália e Liga dos Campeões e ainda fez uma participação espetacular na Copa do Mundo de 2010, com direito a gol de cabeça contra o Brasil, levando a Holanda até a final heroicamente. Sequer foi lembrado na disputa.

Andrés Iniesta jogou o fino da bola, fazendo uma de suas melhores temporadas com a camisa do Barcelona e, a partir daí, fazendo nascer o famoso Tiki-Taka, que encantou o mundo inteiro. Na copa do mundo obteve um grande destaque, principalmente por fazer o gol do título espanhol. Foi lembrado no final, mas foi muito injustiçado.

Em minha opinião, o prêmio da Bola de Ouro da FIFA de 2010 deveria ter sido entregue com sobras para Iniesta, que ganharia apenas por jogar no Barcelona. Sneijder, por não obter um grande protagonismo antes em outros clubes e até hoje, pois anda sumido no Galatasaray, viria em 2º lugar. Messi, pela sua temporada com o Barcelona, viria em 3º.

2011

Essa temporada teve uma premiação justa. Messi fez uma temporada espetacular pelo Barça levando o campeonato espanhol e a Liga dos Campeões, com direito a gol de placa em cima do Real Madrid, na semifinal, onde pegou a bola do meio de campo e driblou  todos os jogadores até fazer gol.

2012

Cristiano Ronaldo seria o meu escolhido para essa temporada. Pelo Real Madrid, levou o campeonato espanhol e a supercopa da Espanha, fez 46 gols e deu 12 assistências. Ainda por cima, levou Portugal a semifinal da Eurocopa daquele ano, parando apenas para a Espanha nos pênaltis.

2013

Neste ano houve um grande erro. O Bayern de Munique levou a tríplice coroa e no final só Ribery foi lembrado. Em minha opinião, Ribery, Robben e Cristiano Ronaldo deveriam estar entre os três primeiros. Em ordem, Robben, Ribéry e CR7. Uma grande injustiça com o Bayern.

2014

No ano da La Decima Madrilenha, o título de melhor do mundo ficaria com nada mais, nada menos que…ANGEL DI MARIA! O que o argentino jogou, principalmente na campanha da UCL, foi espetacular. Fez uma temporada digna de melhor do mundo. Porém, na nomeação final, foi preterido pela dupla CR7-Messi e por Manuel Neuer, o paredão alemão. Na ordem seria Di maria, CR7 e Neuer. Que o Messi use como consolo o prêmio de melhor da copa(que eu também não concordo).

2015

Sim, essa foi uma bela temporada de Lionel Messi. Não só dele mas também de todo o time catalão. Neymar, que substituiu a falta do argentino chamando a responsabilidade em todos os jogos, deveria ter tido mais votos no final, ficou apenas em 3º lugar.

 

CR7 e Messi são ótimos jogadores? Sim, não há dúvida disso. Mas o excesso de protagonismo dos dois os eleva a patamares altíssimos no mundo futebolístico e isso acaba  fazendo perder a graça na La Liga e, infelizmente, na cerimônia de melhor do mundo. Esse legado que eles vão deixar para nós eu, com certeza, terei o prazer de contar para os meus filhos e netos, mas que fique uma coisa bem clara: CR7 e Messi, eu odeio vocês.

%d blogueiros gostam disto: