Rio 2016 – Definidos os representantes brasileiros de Mountain Bike

Deinida a equipe brasileira de mountain bike para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Com o encerramento do prazo para pontuação no ranking mundial classificatório para a competição na quarta-feira passada, pela segunda vez na história, o Brasil conquistou duas vagas na prova masculina, que contará com Henrique Avancini e Rubens Donizete. No feminino, o país tem uma vaga e será representado por Raiza Goulão.

De acordo com os critérios de classificação da União Ciclística Internacional (UCI) para o evento, os cinco primeiros países do ranking olímpico masculino terão direito à três vagas, do 6º ao 13º colocado serão disponibilizadas duas vagas e do 14º ao 23º haverá apenas um representante. O Brasil teve uma evolução surpreendente, ultrapassando equipes tradicionais como Estados Unidos e Áustria, finalizando na 13ª posição no ranking de nações e na primeira colocação entre os países do continente.

Já na disputa feminina, com o Brasil também posicionado em 13º lugar do ranking entre nações, o país assegurou uma vaga nos Jogos Rio 2016.

Pelos critérios estabelecidos pela Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), os brasileiros mais bem colocados no ranking mundial (2014-2016) teriam direito às vagas do país na elite masculina.

Conheça os representantes:
Henrique da Silva Avancini
Natural de Petrópolis, Henrique disputa competições de mountain bike desde 2006 com ótimos resultados. Nesse ano foi campeão da 2ª Etapa da Copa Internacinal de MTB em São João Del rei-MG, segundo lugar no Panamericano de MTB em Catamarca-ARG e Campeão Geral da 1ª Etapa da Copa Internacional em Araxá-BA, além dos 7 campeonatos brasileiros entre 2006 e 2015. Atualmente, é o 10º da União Ciclística Internacional.

Rubens Donizete:
Nascido em Monte Santo de Minas-MG, Rubens também é ciclista profissional desde 2006, tendo sido medalha de prata no Pan-Americano de 2007, também disputado no Rio de Janeiro. Nos Jogos de Londres, em 2012, foi 24º colocado. Em Pequim/2008, 21º. Esse ano foi campeão do Aberto da Argentina de XCO, disputado em La Calera Cordoba.

Raiza Goulão
Foi de Pirenópolis-GO que Raiza apareceu para o mundo da mountain bike, começando sua carreira em 2010. Coleciona resultados respeitáveis, como os títulos do Pan-Americano de MTB em 2012 e 2013 e do Latino-Americano em 2013, além do 6º lugar na World Cup do Canadá em 2013. Com apenas 24 anos, é considerada uma das maiores promessas do Brasil a curto e médio prazo na MTB.

Marcelo Tadeu Parpinelli

Um cara que gosta de opinar sobre tudo, principalmente daquilo que não conhece e não entende. Aspirante a filósofo nas horas vagas.

%d blogueiros gostam disto: