TURNOVER – Quem é melhor: Andrew Luck ou Kirk Cousins?

Como o noticiário da off season da NFL muitas vezes é escasso, o site da liga muitas vezes opta por assuntos um tanto quanto polêmicos para manter a audiência e segurar a expectativa da próxima temporada. E nada mais polêmico que os famosos rankings, sempre subjetivos e que cada torcedor adora debater, quase sempre puxando a sardinha para seu lado. Aos poucos, a NFL vem soltando seu TOP 100 dos jogadores que estarão em campo na próxima temporada e mal chegamos na posição 80 e já temos uma boa polêmica na lista: Na posição 92, o QB do Indianapolis Colts, Andrew Luck. Sete posições acima dele, o QB do Washignton Redskins, Kirk Cousins. Dois QBs da mesma classe, Luck, primeira escolha geral e tratado como um dos maiores prospectos da década durante o recrutamento, mas que sofreu com lesões na última temporada, enquanto Cousins foi recrutado apenas na quarta rodada, esperou três anos para ter sua oportunidade, mas levou o contestado time da capital aos playoffs. O ranking reflete a realidade?

Se olharmos somente a última temporada, podemos dizer que sim, Cousins realmente está acima de Andrew Luck. O QB do Colts teve seu pior ano desde que entrou na NFL, bem verdade que sofrendo com uma linha ofensiva instável e um jogo corrido inexistente para auxiliá-lo. Por conta disso, sofreu duas lesões e perdeu mais da metade da temporada, vendo a equipe de Indianapolis fora dos playoffs pela primeira vez desde que foi recrutado.

No sentido contrário apareceu Kirk Cousins que, mesmo com a recuperação física de RGIII (selecionado na segunda posição geral do mesmo recrutamento) venceu a batalha pela titularidade e,mesmo com a desconfiança de muitos, liderou muito bem o time de Washigton. Titular nos 16 jogos da temporada regular, Cousins alcançou a ótima marca de 4.166 jardas com 28 TDs e 11 interceptações, mesmo recebendo 28 sacks. Mostrou uma evolução muito grande na leitura e no trabalho de pés. Contra o Saints, virou o jogo e o “You like that” virou meme na internet.

Mas, na modesta opinião deste que vos escreve, olhar somente a temporada passada e colocar Cousins na frente de Luck me parece uma aberração. Tudo bem que a memória mais recente é de Cousins jogando melhor, mas Andrew Luck nas três temporadas inteiras que jogou mostrou-se um QB muito mais completo e que vem amadurecendo aos poucos. Dono de um ótimo braço e muita inteligência acaba por sofrer muitas interceptações por arriscar demais, mas também decidiu muitas partidas a favor dos Colts desse jeito, virando diversos jogos no último quarto e na prorrogação. O torcedor do Colts não esquece o que ele fez contra o Kansas City Chiefs nos playoffs há três anos. Estando em boas condições físicas e com uma linha ofensiva um pouquinho melhor, o que pode ocorrer já nessa temporada, ainda vejo Andrew Luck com maior capacidade de ser decisivo e levar sua equipe longe na competição que nosso querido Kirk Cousins.

Mas enfim, como falei na introdução dessa coluna, qualquer ranking é subjetivo. Com certeza muitos de vocês irão concordar com o ranking da NFL e dizer que o camisa 8 do Redskins é, hoje, melhor que o camisa 12 do Colts. O debate é salutar. Mas não deixa de ser polêmico. Em breve, nas atualizações diárias do ranking veremos outras como essa. Você pode conferir o mesmo clicando aqui.

Marcelo Tadeu Parpinelli

Um cara que gosta de opinar sobre tudo, principalmente daquilo que não conhece e não entende. Aspirante a filósofo nas horas vagas.

%d blogueiros gostam disto: