MAIOR DO NORDESTE #1 – Partida contra o Vitória é para ficar bem viva na memória

Texto: Tarcisio Neri

É isso mesmo, essa partida tem que ficar na mémoria de todos do Sport. Muitos dizem que derrotas como essas, tem que ser esquecidas, eu não concordo, entendo que se faz necessário ficar bem vivo na memória de cada um que perdeu, para que futuramente, quando se deparar com essa situação novamente, não faça as mesmas besteiras que fizeram em situações aonde saíram derrotados. Ah e muitos estão dizendo que perdemos por causa da arbitragem, é bem verdade que até mesmo na temporada passada deixamos de ir para a Libertadores da América por causa de erros da arbitragem, se é que possamos chamar assim, mas dessa vez contra o Vitória, o erro foi nosso, e posso afirmar com toda a certeza: O Vitória não ganhou o jogo, nós é que perdemos a partida!

O Leão pernambucano tinha tudo para sair com a vitória do Barradão contra o time baiano, mas a falta de controle dos jogadores fez com que todo o time se desestabilizasse dentro da partida e o Vitória conseguisse virar um jogo que se encaminhava para a vitória do Sport. É bem verdade que perdemos a criatividade ofensiva durante os primeiros minutos de jogo, mas assim que abrimos o placar no Barradão, nossa equipe conseguiu fazer com que os donos da casa ficassem perdidos dentro de campo, e não era para menos, eles estavam sem dois dos seus principais jogadores, Kieza e Mainho, e sair perdendo logo no começo de jogo e em casa, era uma situação que os baianos não esperavam.

Mesmo com um a menos durante o primeiro tempo, Oswaldo de Oliveira poderia ter mudado nossa equipe, já que tínhamos o placar em nossas mãos e o Vitória iria vim para cima. Fazer uma alteração básica, tirar Edmilson e colocaria Rogério, teríamos mais velocidade para acompanhar as descidas dos laterais do Vitória e ainda conseguiríamos contra-atacar com mais qualidade.

A falta de Rithely foi sentida pelo Sport, tanto que nos primeiros minutos de jogo, quando ainda era 11×11, o Sport era lento e desorganizado, e não tinha o elemento supressa para chegar na área do Vitória.

O problema é que precisamos aprender a jogar em desvantagem, não somente no placar, mas em número de atletas dentro de campo, para que em situações como essa, possamos saber jogar com tranquilidade, porque essa foi a palavra que faltou para o Sport em Salvador.

Oswaldo de Oliveira tem todos os méritos por conseguir fazer esse time evoluir bastante, ainda podemos evoluir mais, mas a grande questão que fica, é que ele não consegue entender o que o jogo está querendo dizer, e muitas vezes, como foi no caso desse jogo contra o Vitória, acabamos sendo prejudicados.

Em relação as expulsões, entendo que a primeira de Everton Felipe foi justa, o arbitro poderia ter maneirado? Sim, acho que ele entendendo que o jogador já estava com amarelo, poderia aliviar, até porque não foi um lance que comprometesse um ataque promissor dos baianos e por quase nem ter tocado no atleta do Vitória. Na expulsão de Reinaldo Lenis, o colombiano perdeu a cabeça depois de ter sido agredido por Dagoberto que deixou o pé na perna do atacante do leão da Ilha.

A lição que fica dessa partida é que precisamos manter mais a calma, nessa segunda iremos enfrentar o Palmeiras dentro de casa, o líder da competição, é bem verdade que quando eles nos encontram a nossa paternidade em cima deles prevalecem, mas sabemos que dessa vez vivemos momentos distintos, e precisaremos está mais concentrados dentro da partida, porque somente a vitória poderá tirar a equipe da zona de rebaixamento.

Outro ponto que precisamos destacar é a imaturidade de Diego Souza dentro da partida, isso porque quando estávamos sem dois jogadores, ele perdeu o autocontrole, e ele é uma das peças do elenco que não pode se dá o luxo de deixar isso acontecer, são nesses jogos e nessas situações que contamos com ele, contamos com a calma e a tranquilidade que ele passará para os demais jogadores. Diego Souza precisa entender que ele é o líder desse grupo, e como tal, precisa se comportar como líder, e não como um moleque.

Uma verdade que tem que ser dita, é que dos quatro times que hoje estão na zona de rebaixamento, o Sport é o único time que mostra forças para sair e se afastar, até porque tem jogadores mais qualificados que os outros três. A demora é apenas o time conseguir encaixar, que as vitórias vão começar a aparecer e o Z4 será passado.

%d blogueiros gostam disto: