Meninas de ouro

Na manhã desse domingo (10/07) a seleção de vôlei feminina do Brasil venceu os EUA por 3 sets a 2 (18/25, 25/17, 25/23, 22/25 e15/9) e conquistou pela 11ª vez o Grand Prix, com a fase final sendo disputada em Bangock, na Tailândia. Um jogo pra lá de emocionante que as brasileiras mais uma vez confirmaram sua condição de melhores do mundo e ratificaram a posição de principais favoritas medalha de ouro nos Jogos Olímpicos.

As comandadas por José Roberto Guimarães tiveram alguns problemas no primeiro set com muitos erros, mas se acertaram no jogo à partir do segundo. Dani Lins é uma levantadora impressionante, atacando de segunda com uma inteligência absurda. E nesse jogo explorou demais outra craque da seleção, a centra Thaísa. Como joga a camisa 6 do Brasil! Foi uma das principais armas do ataque, com a bola rápida pelo meio de rede sempre certeira, sem falar na presença constante nos bloqueios. Outra arma ofensiva poderosa é a ponta-passadora Nathália. Com uma força do braço de dar inveja, Nathália apareceu nos momentos decisivos para fechar os pontos necessários para a vitória brasileira.

Mas quem mais me impressionou nesse jogo foi a líbero Leia. Na posição em que a craque Fabi reinou por anos na seleção, a “baixinha” jogou de forma espetacular nessa final, presente em todos os cantos da quadra, fazendo defesas dificílimas mas sempre deixando a bola limpa para Dani Lins distribuir com brilhantismo. Leia, que joga pelo Minas Tênis Clube, foi uma gigante em quadra.

Agora é finalizar a preparação para os Jogos Olímpicos. Em casa, o vôlei feminino é uma das principais esperanças de medalha dourada do Brasil no Rio de Janeiro.  A transição de gerações é feita com maestria pelo melhor treinador de vôlei de todos os tempos e certamente iremos mais uma vez nos orgulhar de nossas guerreiras meninas, que merecem todo nosso respeito e admiração por tudo que vem conquistando ao longo dos anos no voleibol mundial, sem ter 1% da mídia e apoio que outros esportes (sim, o futebol) têm.

Marcelo Tadeu Parpinelli

Um cara que gosta de opinar sobre tudo, principalmente daquilo que não conhece e não entende. Aspirante a filósofo nas horas vagas.

%d blogueiros gostam disto: