Solução caseira

Texto: Gustavo Castelano

Após a vitória por 2-0 sobre o Atlético Mineiro, o Flamengo chegou ao seu sétimo êxito no Campeonato Brasileiro. Em seis delas a equipe estava sob o comando do, até então interino, Zé Ricardo. A chegada do treinador campeão da Copinha desse ano, mudou totalmente um time que não estava funcionado, e a sua permanência é essencial para o rubro-negro alcançar vôos maiores na temporada.

No fim de 2015, em meio a grande disputa eleitoral, o presidente Bandeira de Melo tinha em Muricy Ramalho o grande nome para um novo projeto no futebol. Após um período sabático, o treinador cuidou da sua saúde e também mudou sua filosofia sobre o esporte. Com a vitória nas eleições, Muricy foi confirmado. Em cinco meses no comando, que foram interrompidos por problemas de saúde, o time não engrenou. Nessas partidas, a equipe colecionou más atuações e três eliminações. Um semestre jogado fora.

No dia 27 de Maio, a diretoria confirmou que Zé Ricardo assumiria o time de forma interina, até a chegada de um novo treinador. Depois disso, e de algumas alterações, a equipe que não tinha embalado até então, mostrou um outro nível de futebol.

Esquema consagrado na base

Em toda a disputa da Copinha, o esquema tático do Flamengo chamou muita atenção. A equipe montada em um 4-2-3-1, mostrou muita obediência tática aos comandos do treinador. Assim que assumiu o time principal, Zé Ricardo implantou o mesmo esquema (e o mesmo conceito) que utilizava na base.

Alterando o esquema que vinha sendo utilizado (4-3-3), a equipe deu outra consistência tática. Os pontas, que são ofensivos, exercem uma função extremamente importante no setor defensivo, fazendo um papel tático importante. Além de melhorar a parte defensiva, o Flamengo começou a ter mais controle de jogo, coisa que afetava muito a equipe.

Nesse meio tempo, as chegadas de Rafael Vaz e Réver, deram uma nova cara a tão criticada defesa rubro-negra.

O esquema utilizado na vitória sobre o Atlético-MG, em Brasília.
O esquema utilizado na vitória sobre o Atlético-MG, em Brasília.

Time forte psicologicamente

Diferente de jogos anteriores, onde os jogadores desmoronavam após sofrer gols, a equipe de Zé Ricardo vem mostrando uma forte qualidade mental. Em alguns jogos, como contra Palmeiras, São Paulo e Fluminense, o Flamengo correu atrás do prejuízo quando estava atrás do marcador.

A presença do comandante à beira do gramado vem sendo um fator crucial também na motivação dos jogadores. A sua ausência, após uma expulsão contestada, mostrou que ter um treinador-líder faz muita falta. Na partida contra o Corinthians, aonde o Flamengo foi goleado por 4×0, Zé Ricardo ficou de fora de todo o segundo tempo, após ser expulso da partida. O time sentiu a ausência do treinador, e mesmo após fazer um ótimo primeiro tempo, sucumbiu após levar o gol de Angel Romero.

zericardo_Po32Mcy
Jayme de Almeida, auxiliar de Zé Ricardo, comandou o rubro-negro na segunda etapa

Nem tudo são flores

Talvez o único grande erro do treinador, seja a manutenção de Márcio Araújo na equipe titular. Tido como jogador “operário”, o volante tem grandes deficiências técnicas e compromete a equipe em vários momentos do jogo. Mesmo sendo veemente elogiado por Zé Ricardo, a sua permanência é equivocada, sem contar que o colombiano Cúellar, que vinha sendo titular, já mostrou qualidade superior quando acionado.

A ineficiência ofensiva da equipe também é um fator negativo. Em vários momentos a falta de gols vem prejudicando o Flamengo. Na partida contra o Corinthians, a equipe dominou o primeiro tempo, criando e controlando o adversário, mas perdeu muitas chances claras de gol. Chances que custaram caro ao time.

Efetivação é uma necessidade

É inegável que o Flamengo é outro com Zé Ricardo. A sua efetivação já é mais que merecida, é uma necessidade. O futebol brasileiro precisa de novos nomes, e isso é fugir do lugar comum. A diretoria do Flamengo negociava com Abel Braga para assumir o comando técnico, mas sua chegada seria um erro. José Ricardo Mannarino já deu provas suficientes que é um grande treinador e tem tudo parar dar alegrias para o torcedor rubro-negro.

 

%d blogueiros gostam disto: