Superliga Nacional começa neste sábado – uma nova era?

Neste sábado (9), será dado o kickoff para a Superliga Nacional de Futebol Americano. A competição reunirá 30 times de 17 estados e de praticamente todas as regiões do país.  A competição será disputada no formato de conferências: os 30 times estão divididos nas conferências Nordeste, Leste, Oeste e Sul, com dois grupos em cada uma delas. As equipes jogam entre si dentro de cada conferência.

Beira Rio recebeu a final do Gaúcho de FA (foto: Zero Hora)
Beira Rio recebeu a final do Gaúcho de FA (foto: Zero Hora)

O primeiro colocado de cada grupo garante vaga nos playoffs, assim como os dois mais bem colocados na classificação geral da conferência, totalizando os 16 times que avançam ao mata mata da Superliga. O último colocado de cada conferência será rebaixado para a Liga Nacional, a segunda divisão.

O Brasil Bowl, a final da Superliga Nacional, já tem data marcada e será realizado no dia 17 de dezembro, com mando de campo para o finalista com melhor campanha durante a competição. Confira as conferências e times participantes:

Conferência Nordeste
Grupo A: América Bulls (RN), Ceará Caçadores (CE), Recife Pirates (PE) e Ufersa Petroleiros (RN)
Grupo B: João Pessoa Espectros (PB), Recife Mariners (PE) e Vitória FA (BA)

Conferência Leste
Grupo A: Botafogo Challengers (SP), Minas Locomotiva (MG), Rio Branco Cabritos (ES) e Vila Velha Tritões (ES)
Grupo B: Botafogo Reptiles (RJ), Flamengo FA (RJ), Vasco da Gama Patriotas (RJ) e Santos Tsunami (SP)

Conferência Oeste
Grupo A: Campo Grande Predadores (MS), Cuiabá Arsenal (MT), Goiânia Rednecks (Go) e Tubarões do Cerrado (DF)
Grupo B: Corinthians Steamrollers (SP), Lusa Lions (SP), São Paulo Storm (SP) e Sorocaba Vipers (SP)

Conferência Sul

Grupo A: Coritiba Crocodiles (PR), Brown Spiders FA (PR) e São José White Sharks Istepôs (SC)
Grupo B: Foz do Iguaçu Black Sharks (PR), Juventude FA (RS), Paraná HP (PR) e Timbó Rex (SC)

Mineirão recebeu a final do Mineiro de FA (foto: O Tempo)
Mineirão durante o Minas Bowl (foto: O Tempo)

Esta é só mais uma prova do crescimento do esporte no Brasil, após a realização de decisões dos campeonatos estaduais de Minas Gerais e do Rio Grande do Sul serem realizados em estádios de Copa do Mundo (Mineirão e Beira Rio, respectivamente). Durante o Minas Bowl, o narrador da ESPN Brasil Rômulo Mendonça falou sobre esta crescente do futebol americano:

– É um trabalho de abnegados, é um esporte fantástico que só tem destaque na tv a cabo e mesmo assim ganha território e apaixonados a cada ano lutaram, evoluíram, e é impressionante mesmo a velocidade desta evolução. Acho fantástico esse projeto de levar esses eventos para os grandes palcos, para estádios de Copa do Mundo. É uma evolução gradual, o esporte gera muita demanda, tem muito gasto, por isso tem uma tradição gigantesca nos Estados Unidos, mas não tem na Europa e em outros continentes. Mas o Brasil, nas últimas pesquisas de audiência sobre a NFL, só ficava atrás do México, e isso não pode ser ignorado. O potencial no Brasil é gigante, e o que vimos no Minas Bowl é uma semente de algo que tem tudo pra continuar, se consolidar e virar tradição.

Geisson Pereira Miranda

Mineiro, 21 anos. Estudante de Administração na Universidade Federal de Ouro Preto. Acompanha especialmente basquete, futebol americano, tênis e, claro, futebol.

%d blogueiros gostam disto: