ACADEMIA ALVIVERDE #20 – Gabriel Jesus e Prassdependência?

Texto: Gustavo Mestriner

O Palmeiras começou o brasileiro 2016 com todo o gás, somando pontos na tabela em seu jogo rápido, envolvente e bastante tático, com ótima fase de diversos jogadores e por um bom momento durante o primeiro turno o time alviverde segurou-se na ponta da tabela e na liderança do campeonato. Entretanto, após dois tropeços e duas derrotas seguidas o Palmeiras caiu para a terceira posição e viu seus rivais Corinthians e Santos o ultrapassarem na tabela.

Esse declínio do Palmeiras possivelmente pode se explicar pela baixa de talvez, hoje, os dois mais importantes jogadores do time na atual temporada: Fernando Prass e Gabriel Jesus. O experiente goleiro líder e a jovem promessa atacante jóia da base foram convocados para servir a seleção brasileira nos jogos olímpicos do Rio de Janeiro. E a equipe palmeirense parece ter sentido as baixas de seus jogadores, os dois jogos disputados sem Prass e Jesus, o Palmeiras não conseguiu se encontrar em campo e somou duas derrotas, para Atlético Mineiro no Allianz Parque e Botafogo jogando fora de casa.

Cuca e o time ainda não encontraram as melhores opções, peças de reposição e melhores esquemas para jogar sem Gabriel Jesus, que vinha jogando de centro avante/falso 9. Porém nenhum dos outros catacantes disponíveis no elenco tem conseguido render bem como vinha  jogando a jóia da base palmeirense. Erik foi testado em seu lugar para fazer a mesma função e o Palmeiras ainda tem como opção de ataque Lucas Barrios, Leandro Pereira, Rafael Marques e Alecsandro, este último, por enquanto suspenso por doping aguardando os recursos do TJD. No lugar de Prass, no gol, temos Vagner, bom goleiro que teve boas aparições pela equipe do Ituano em 2014 e Avaí em 2015, no entanto o goleiro ainda não conseguiu passar a confiança e experiência necessária para a torcida como Fernando Prass fazia.

No entanto, apesar dos desfalques, não podemos desacreditar do Palmeiras e afirmar que os resultados negativos sejam exclusivamente devido as ausências de dois jogadores, o Palmeiras, Paulo Nobre e Alexandre Mattos em seu planejamento contratou diversos bons jogadores de qualidade para suprir qualquer possível baixa, em qualquer posição, é inadmissível dizer que o Palmeiras depende exclusivamente de Fernando Prass e Gabriel Jesus com o elenco que nós temos. É claro que os dois jogadores fazem muita falta, Prass o capitão da equipe, goleirão, líder e Gabriel Jesus o artilheiro do time no ano, fazedor de gols, mas não podemos nos deixar abalar pelas duas faltas.

Para piorar a situação, Fernando Prass que havia ido para as Olimpíadas, convocado pela primeira vez na seleção, sofreu uma lesão no cotovelo e já foi cortado de vestir a amarelinha, infelizmente nosso goleiro passará por cirurgia e não voltará tão cedo para debaixo das redes do gol alviverde (previsão somente de 2017). Já Gabriel Jesus volta para o Palmeiras depois dos jogos olímpicos, no entanto veste o manto sagrado do verdão somente até o final desse ano, depois embarca para a Inglaterra, onde jogará pelo Manchester City, time que será comandado pelo Pep Guardiola.

Com ou sem Prass e Jesus, o cantinho do torcedor palmeirense apoia e incentiva o time, queremos ser campeão e não podemos nos deixar abalados por duas baixas. Confiamos no trabalho do professor Cuca e que Barrios, Leandro Banana, Erik, Dudu, Roger Guedes, seja lá quem for, marquem os gols para nós e que Vagner honre a camisa palmeirense debaixo do gol e faça como Prass vinha fazendo e como Marcos, Veloso, Sérgio, Leão, Oberdan e tantos outros goleiros fizeram jogando pelo Palmeiras: história.

 

%d blogueiros gostam disto: