HOSPÍCIO #76 – O presidente enlouqueceu

Sabe aquela frase de comerciais de lojas que estão em saldão: “o gerente enlouqueceu”? É isso que acontece hoje no Corinthians, mas, no caso, é o presidente. Saídas, saídas, saídas. O que mais o corinthiano vê é “tal jogador foi vendido para x time”. 10 titulares foram vendidos nos últimos 9 meses. O time do Corinthians foi muito desmontado, e o clube não ganhou quase nada de dinheiro com isso.

hospício

Chegou, levou. Nos últimos 10 dias, o Corinthians se desfez de 3 jogadores: André, Bruno Henrique e, agora, Elias. O Corinthians, porém, não ganhou mais do que 15 milhões com a venda desses seus 3 titulares (não é possível dizer ao certo, porque os valores não foram revelados).

Desde Dezembro, saíram: Gil, Renato Augusto, Jadson, Ralf, Vagner Love, Malcom, Felipe, Bruno Henrique, André e Elias. Todos os 10, titulares no momento em que foram vendidos. Isso não é planejamento. Isso não é digno de Corinthians. É falta de respeito com o torcedor. É falta de respeito com as comissões técnicas (do Tite, anteriormente, e do Cristóvão, agora). Planejamento mínimo seria estipular um número de jogadores a serem vendidos, o valor em que eles seriam vendidos, o caixa que isso iria gerar, e quantos jogadores (de menor valor) poderiam ser comprados para repor. Seria o mínimo.

Todos os corinthianos desejam hoje que a diretoria recupere o que fez com a instituição. O Corinthians é gigante, não merece isso. Podem vender todos os jogadores, mas o maior patrimônio do clube sempre será sua torcida. Que ela seja mais respeitada, porque a que menos merece tudo isso, é a Fiel Torcida

Thiago Cunha Martins

Paulistano, alvinegro, co-fundador e Diretor-geral do HTE Sports. Jornalismo por paixão, Psicologia por vocação. Adorador do futebol e tudo o que o rodeia. Fã curioso da NFL, UFC e eventual seguidor de outros esportes

%d blogueiros gostam disto: