Rio 2016 – Esportes que o brasileiro aprendeu a torcer

Os Jogos Olímpicos sempre proporcionam momentos que geralmente não estamos acostumados a ver, como por exemplo, esportes como tênis, handebol e até mesmo esgrima sendo exibidos na TV aberta. Além disso, quem comprou ingressos para acompanhar de perto as modalidades no Rio de Janeiro está precisando momentos únicos, tanto na história dos esportes, quanto de suas vidas.

É interessante notar com o brasileiro está se comportando durante a prática dos jogos. Um esporte pouquíssimo conhecido, como o Badminton, estava com sua arena lotada. O brasileiro Ygor Coelho travou um difícil duelo com o irlandês Scott Evans. Acabou perdendo, mas conseguiu o feito de vencer um set na primeira participação brasileira na história do esporte. No entanto, o que mais chamou a atenção foi mais uma vez a torcida. Ao término do jogo, Ygor foi ovacionado pelos torcedores presentes, mostrando que o resultado era somente consequência. A verdadeira vitória Ygor já tinha conquistado, o carinho do brasileiro.

Ygor Coelho foi aplaudido de pé pela torcida brasileira, mesmo tendo sido derrotado
Ygor Coelho foi aplaudido de pé pela torcida brasileira, mesmo tendo sido derrotado

O Tênis também chamou atenção. Apesar de ser bem mais conhecido do que o Badminton, o esporte não é comumente transmitido em TV aberta e até mesmo tem pouco espaço nas programações esportivas (aparece bem mais na TV fechada). Thomaz Bellucci não conseguiu superar Rafael Nadal, mas sua atuação empolgou a torcida, que o apoiou até o final.

Thomaz Bellucci, mesmo derrotado, foi aplaudido pela torcida
Thomaz Bellucci, mesmo derrotado, foi aplaudido pela torcida

Outra grande surpresa foi a esgrima. O Brasil sequer chegou perto de conquistar medalhas no esporte, mas o que a torcida brasileira fez foi espetacular. Todos os atletas brasileiros foram muito apoiados, chegando até mesmo a ficarem surpresos com o quanto os torcedores apoiavam. Guilherme Toledo, um dos brasileiros que disputou a Esgrima na Rio 2016, falou sobre a torcida “Nunca joguei com uma torcida tão grande. A torcida vai junto, joga junto com os atletas e por isso que é Olimpíada. Tudo é mais intenso”, disse.

A esgrima brasileira foi muito apoiada pela torcida na Rio 2016
A esgrima brasileira foi muito apoiada pela torcida na Rio 2016

Por fim, um esporte que exige muito do silêncio e da concentração dos atletas recebeu um tratamento diferente no Rio de Janeiro. Felipe Wu, brasileiro que disputou o tiro esportivo e conquistou a medalha de prata, foi bastante apoiado ao som de gritos de “Wu Wu Wu Wu Wu”. Isso não atrapalhou o seu rendimento, que foi excelente e trouxe a primeira medalha brasileira nos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Felipe Wu exaltou o carinho da torcida: "Até essa manhã eu dizia que a torcida não fazia muita diferença, mas fez em momentos em que eu não estava muito confiante"
Felipe Wu exaltou o carinho da torcida: “Até essa manhã eu dizia que a torcida não fazia muita diferença, mas fez em momentos em que eu não estava muito confiante”

Heider Mota

Baiano, 21 anos, estudante de jornalismo e amante dos esportes.

Twitter: @heiderzito

%d blogueiros gostam disto: