Um Manchester United que intimida

3 vitórias, 8 gols marcados, 2 sofridos e 1 título. Em 3 jogos oficiais, o Manchester United passa um ar de quem fará uma boa temporada após três bem inertes. É o que se espera de uma equipe que trouxe um técnico renomado e excelentes jogadores do futebol mundial, como Pogba e Ibrahimovic, que tem 4 gols em 3 partidas.

José Mourinho apresenta o United até o momento com seu esquema habitual, um 4-2-3-1 muito bem organizado. Defensivamente, De Gea segue sendo pouco acionado graças ao bom desempenho lá atrás. Blind segue na zaga com boa qualidade e vai ganhando moral após ter saída cogitada. Já Eric Bailly dificilmente não será titular, seu vigor e vontade impressionam e o zagueiro tem grande potencial nas mãos de Mourinho. Nas laterais, o português aposta nas recuperações de Luke Shaw, um bom tempo lesionado, pela esquerda e de Valencia pela direita. Apesar de alguns sustos, seguem bem defensivamente e servindo bem os atacantes.

E de quem se espera muita contribuição nesse novo Manchester é Paul Pogba, o mais caro jogador da história. Já na sua primeira apresentação, Pogba cumpriu o que se espera taticamente no esquema de Mourinho e constantemente apareceu nos ataques da equipe, explorando bem o chute. A equipe ganhou muito mais velocidade nas transições do francês, que foi muito lenta não só nas primeiras partidas de Mou, mas também com Moyes e com van Gaal. Na vitória contra o Southampton, o camisa 6 foi fundamental para a vitória. A dúvida que fica é quem se encaixará melhor ao lado do ex-Juventus. Até o momento, as principais opções são Schneiderlin, Herrera, Schweinsteiger, Carrick e Fellaini, que segue fazendo boas partidas na temporada e vem sendo titular até o momento, mesmo com tantas críticas quanto à qualidade de seu futebol. Por enquanto, o meio-campo do United vem bem entrosado, tem a posse e preenche bem os espaços.

Imagem: Twitter @taticamente

E se é pra deixar o time titular a base de críticas, Wayne Rooney vai precisar de muito mais delas para perder sua vaga. Apesar de apresentar alguns erros,  o capitão inglês, com 1 gol e duas assistências em 3 jogos, seja atuando como segundo atacante ou meia-ofensivo, dá qualidade técnica ao meio na troca de passes, na criação de jogadas, aparece como opção nas laterais e recompõe bem, ajudando na marcação.  Mkhtaryan segue no banco devido ao bom desempenho de Mata, muito participativo e que não se prende apenas à lateral. Martial ainda não apresentou uma boa partida, mesmo com duas assistências contra o Bornemouth. Talvez ofuscado pelas contratações, precisa impressionar Mourinho para continuar titular. E, bem, Ibra, dispensa comentários. Fundamental e bem participativo nos 3 jogos. Demorou muito para jogar a Premier League.

O Manchester United de Mourinho por enquanto vem devolvendo a soberania que o clube não apresentou nas últimas temporadas. Vai demorar um pouco mais para saber se haverá triunfo do clube essa temporada, mas já aparenta um estilo de jogo intimidante. Para uma temporada de Premier League que promete boas emoções com tantas novidades, será importantíssimo para uma mentalidade vencedora em Manchester.

Igor Paulinelly

20 anos, estudante de engenharia e natural de Currais Novos/RN. São-paulino e amante do futebol desde Brasil vs Costa Rica às 3 da manhã em 2002. Social: @igorpaulinelly

%d blogueiros gostam disto: