Após 21 temporadas, Kevin Garnett anuncia sua aposentadoria

         O maior ídolo da história do Minnesota Timberwolves acaba de anunciar sua aposentadoria, o ala-pivô Kevin Garnett se retira das quadras após 21 anos de serviços prestados a NBA. O jogador entrou em acordo com a franquia, de maneira similar a Tim Duncan e os Spurs, recebendo o seu salário da temporada 16-17 e abrindo uma vaga na elenco. Boatos que o ídolo recém aposentado teria interesse em adquirir a franquia de Minneapolis, nada confirmado por ambas as partes.

          Kevin Garnett estreou na NBA no ano de 1995, tendo atuado por três franquias nesses 21 anos de liga: Minnesota Timberwolves, Boston Celtics e o Brooklyn Nets. Ele foi draftado como 5 escolha geral pelos T-Wolves, vindo direto do High School (sem atuar no basquete universitário). Foi pelas terras gélidas de Minneapolis que Garnett demonstrou seu talento e espírito competitivo, conquistando uma legião de fãs pelo mundo. O jogador é sem dúvidas o maior ídolo da história de Minnesota, são dele os recordes de pontuação, rebotes, assistências, tocos e roubadas de bola da franquia. A relação dos torcedores e o ala-pivô pode ser bem representada por este vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=6_tnQdHU7Vg, o respeito sem perdurou por entre as partes. KG é o jogador com o maior número de jogos com a camisa do Timberwolves, tendo atuado em 970 partidas. Na temporada 03-04, a franquia conseguiu alcançar as finais de conferência pela liderança de Garnett, até então o MVP da Temporada, resultado inédito e que nunca mais foi alcançado por Minnesota. Apesar de nunca ter conquistado um título pela franquia, o jogador é adorado pelos torcedores de Minnesota, mesmo após a sua troca com o Boston Celtics em 2007.

          E foi pela franquia de Boston que o ala-pivô conquistou o seu primeiro e único anel de campeão da NBA. Ao lado de Paul Pierce e Ray Allen, Garnett formou o que foi chamado de Big Three, vencendo o time dos Los Angeles Lakers de Kobe Bryant na grande final. Garnett ainda permaneceu por mais 6 temporadas em Boston e posteriormente atuou por quase dois anos pelo Brooklyn Nets, até retornar definitivamente para o Minnesota Timberwolves aos 38 anos de idade. Apesar de não apresentar o mesmo basquete que o consagrou na liga, o principal motivo para o retorno de Garnett foi para auxiliar no desenvolvimento dos jovens talentos do time, tais quais: Andrew Wiggins, Karl Anthony-Towns e Zach LaVine.

        O ala-pivô é reconhecido pela liga pelo seu espírito competitivo, independente da equipe que esteja atuando. Quando se fala em Trash Talk, se fala de Kevin Garnett. O jogador deixa a liga com 15 participações no All-Star Game, MVP 2003-04, Defensive Player of the Year 2007-08, além de outras várias conquistas. O basquete sentirá falta da maneira como KG encarava o esporte e seu legado parece bem encaminhado com as jovens promessas de Minnesota.

Mateus Maia

Estudante de jornalismo da UFOP e fanático pelo mundo dos esportes. Tudo na vida é certeiro, menos o chute de 27 jardas do Blair Walsh

%d blogueiros gostam disto: