Extra Time #1 – A esperança de voltar aos holofotes

Texto: Péricles Lima

O início de temporada da Internazionale e da Juventus foi de alguma forma uma amostra dos últimos anos das duas equipes. Enquanto a Velha Senhora venceu os três primeiros jogos na busca pelo sexto título seguido, o time de Milão somou apenas 4 pontos dos 9 disputados na Série A, além de uma humilhante derrota em casa na estreia da Europa League para o Hapoel Be’er Sheva, de Israel. Mas o Derby D’Italia deste domingo se mostrou um jogo com bastante dinâmica e emoção, brindando aqueles que esperam a volta de um campeonato italiano mais competitivo.

O jogo teve um primeiro tempo bastante equilibrado, com a Inter marcando forte a saída de jogo da Juventus e buscando trabalhar melhor a bola. A dedicação de Gary Medel na marcação e nos desarmes, combinada com a qualidade na saída de bola de João Mário possibilitaram ao time de Frank De Boer jogar de igual contra a atual pentacampeã, que tinha suas melhores tramas na parceira entre Asamoah e Alex Sandro pelo lado esquerdo. As melhores oportunidades de gol da primeira etapa surgiram em sequência. Um cruzamento de Alex Sandro encontrou Khedira completamente desmarcado na área, mas o alemão nem saltou e cabeceou em cima do goleiro Handanovic. A resposta dos nerazzurri veio em seguida com o capitão Mauro Icardi, que ganhou a dividida contra Bonucci e chutou com curva uma bola que raspou na trave defendida por Buffon.

Na segunda etapa a Inter voltou com mais pressão, tendo melhor movimentação no ataque e forçando erros dos bianconeri. Eder teve um chute desviado pela defesa que quase entrou, e Candreva fez um lindo arremate de primeira que passou muito perto, após lançamento de Icardi. Mas apesar da pressão dos donos da casa, foi a Juve que abriu o placar após boa jogada de Alex Sandro pela esquerda, que encontrou Lichtsteiner como um centroavante apenas para empurrar a bola pro fundo das redes. E assim como no primeiro tempo, a resposta da Inter foi imediata. Dois minutos após sofrer o gol, Banega cobrou escanteio e Icardi escorou de cabeça para empatar. O técnico Maximiano Allegri colocou em campo a grande contratação da equipe de Turim na temporada, o atacante argentino Gonzalo Higuain, mas o time seguiu sem conseguir colocar seus homens de frente em condições de marcar. A Inter manteve a pressão na saída de bola e forçou um passe errado de Asamoah, com a bola sobrando para Icardi cruzar com estilo para Perisic testar e selar a vitória de virada.

A derrota no primeiro teste mais difícil mostra que a Juventus pode ter mais concorrentes em sua busca pelo inédito 6º scudetto consecutivo, além de frear a empolgação com o elenco mexido. Apesar das saídas de Pogba e Morata, o time se reforçou com nomes de peso como Daniel Alves, Pjanic e Higuain – os dois últimos numa tática predatória de contratações -, mas a adaptação desses jogadores ao novo clube pode não ser tão rápida e impactante como muitos chegaram a afirmar antes do início da temporada.

Já para a Internazionale, a vitória num jogo grande com a melhor atuação da equipe sobre o comando de Frank De Boer traz alívio para o elenco e para o técnico holandês, que já começava a ser pressionado pelo início irregular. De Boer deixou o Ajax para se aventurar numa liga mais competitiva atualmente, assumindo a equipe de Milão a apenas 10 dias do início do campeonato, e já afirmou que o time precisará de pelo menos quatro meses para adquirir o seu estilo de futebol. Nomes como Banega, João Mário e Candreva começam a se mostrar excelentes opções para a equipe, que ainda aguarda a estreia do jovem Gabigol.

O objetivo dos nerazzurri é voltar à Liga dos Campeões (LC), competição que não disputa desde a temporada 2011/12. Participar do principal torneio de clubes do continente é importante para aumentar o nível de competitividade e obter mais recursos financeiros para poder ser mais relevante no mercado de transferências. As mudanças nas regras de classificação para a LC beneficiarão os italianos a partir de 2018/19, quando os quatro primeiros colocados da Séria A terão vaga direta na fase de grupos. Uma ótima oportunidade para o Inter voltar a ser protagonista tanto na Itália quanto na Europa.

Crédito da imagem destacada

%d blogueiros gostam disto: