NFL – Destaques da rodada 1

Tampa Bay Buccaneers (1-0) 31 @ 24 Atlanta Falcons (0-1)

O segundanista Jameis Winston conduziu a equipe de Tampa Bay a uma importante e sólida vitória fora de casa, contra uma importante rival de divisão. O quarterback lançou para 4 TD, utilizando várias armas que possuía no ataque, o jogo corrido com o bom running back Doug Martin funcionou além das demais opções dessa ofensiva promissora dos Buccaneers. Grata surpresa do jogo, o running back Charles Sims apareceu como importante válvula de escape do ataque, castigando a defesa dos Falcons recebendo passes e trabalhando no jogo corrido, dando uma descanso merecido a Doug Martin.

Por parte de Atlanta, a surpresa negativa ficou por conta do running back Devonta Freeman, sensação da equipe no início da última temporada, o jogador obteve apenas 20 jardas em 11 carregadas, uma média de 1,8 jardas por corrida. Já o quarterback Matt Ryan obteve uma boa performance, com 334 jardas e 2 TD, demonstrando recuperação após uma última temporada decepcionante.

Os Falcons buscam a 1ª vitória na temporada na próxima semana contra os Oakland Raiders de Derek Carr, fora de casa. Também fora de casa, a equipe de Tampa Bay tem um confronto difícil contra o Arizona Cardinals, ambos os jogos no domingo.

Buffalo Bills (0-1) 7 @ 13 Baltimore Ravens (1-0)

Baltimore estreou a temporada com uma vitória suada sobre os Bills de Rex Ryan. As defesas comandaram ambas as equipes, porém Joe Flacco atuando em casa conseguiu administrar melhor suas campanhas. O QB do Ravens passou para 258 jardas com 23 passes completados de 34 e demonstrou que está recuperado da grave contusão que o tirou de campo na temporada passada. O placar foi construído basicamente por um touchdown com o wide receiver Mike Wallace além dois field gols certeiros do kicker Justin Tucker.

Buffalo Bills se esforçou para conduzir as campanhas com a mobilidade de Tyrod Taylor, porém não foi páreo para o forte pass rush do time da casa. O quarterback teve dificuldade de completar os passes terminando o jogo com apenas 111 jardas, nem mesmo o running back LeSean McCoy com 16 carregadas conseguiu aliviar a pressão no pocket, Taylor terminou o jogo com dois sacks.

O próximo confronto dos Bills será em casa no New Era Field contra o New York Jets, enquanto Baltimore tenta manter o bom inicio de caminhada contra o irregular Cleveland Browns fora de casa.

Chicago Bears (0-1) 14 @ 23 Houston Texans (1-0)

Estreia de Brock Osweiler como quarterback titular na NFL. E o ex-Denver Broncos teve uma estreia mediana, com altos e baixos. Em seu primeiro jogo oficial após assinar um contato de $72 milhões com os Texans, o QB obteve uma rating de 89.1, passou para 2 TD, além de uma interceptação logo no inicio da partida. Brock Osweiler contou com a ajuda de um ataque reforçado na offseason e utilizou bem suas armas ofensivas, destaque para o wide receiver calouro Will Fuller com 107 jardas e 1 TD.

Jay Cutler bem que tentou ditar o ritmo do jogo, porém sofreu com uma linha ofensiva inconsistente e pressão no poket por todos os lados. Principal arma no jogo aéreo, o wide receiver Alshon Jeffery teve apenas 4 recepções, em contra partida contribuiu com 105 jardas conquistadas. O jogo terrestre de Chicago não amenizou a pressão sobre Cutler e o resultado foi inevitável.

Chicago tenta se recuperar no próximo Monday Night Football em casa contra o Philadelphia Eagles. Os Texans tem a missão de manter a a boa impressão da estréia novamente no NRG Stadium contra o Kansas City Chiefs.

Green Bay Packers (1-0) 27 @ 23 Jacksonville Jaguars (0-1)

O Green Bay Packers iniciou a temporada batendo uma equipe que pode se tornar uma das grandes surpresas desse ano, os Jaguars. Um jogo disputado até os últimos segundos da partida, até que o wide receiver Allen Hurns não conseguiu a primeira descida, decretando a vitória dos Packers. Aaron Rodgers se viu obrigado a estender suas jogadas, revelando limitações na sua proteção dentro do pocket. Quando o jogo aéreo não funcionava, o quarterback resolvia com as pernas, o astro apresentou uma grande performance escapando dos defensores dos Jaguars, chegou a anotar um TD correndo. As peças do seu ataque exerceram suas funções com competência, destaque para a volta do WR Jordy Nelson, recuperado de uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho.

Uma derrota com gosto de vitória. Essa foi a sensação que Jacksonville provavelmente sentiu após o embate, a franquia jogou de igual para igual com um dos times favoritos ao Super Bowl. O jogo aéreo dos Jaguars funcionou com maestria, Blake Bortles demonstrou seu arsenal de jogadas e utilizou várias peças do seu ataque: Os wide receiver Allen Hurns e Allen Robinson junto com o tight end Julius Thomas foram os principais alvos do quarterback, que somou 320 jardas no jogo.

Jacksonville tem a oportunidade de apagar o gosto amargo da derrota na próxima semana, a equipe enfrenta o San Diego Charges fora de casa. Green Bay terá um confronto difícil contra um rival de divisão, Aaron Rodgers e companhia enfrentam o Minnesota Vikings com seu novo estádio em pleno Sunday Night Football.

San Diego Chargers (0-1) 27 @ 33 Kansas City Chiefs (1-0)

Kansas City Chiefs conquistou uma importante vitória contra um rival de divisão em casa, após estar a 21 pontos atrás do placar, o quarterback Alex Smith comandou uma virada histórica para delírio da torcida presente. Foram 17 pontos no último quarto e mais o TD da vitória na prorrogação. Smith acumulou 363 jardas com 34 passes completos de 48 tentados, além de 2 TD e 1 INT.

Para a equipe de San Diego, o apagão do ultimo quarto não pode manchar a performance de toda a equipe. Já era de conhecimento de todos que os Chiefs em casa são uma equipe fortíssima, a péssima noticia fica com a contusão do wide receiver Keenan Allen, destaque do primeiro tempo da partida. A expectativa da estreia do calouro Joey Bosa é grande, o pass rush dos chargers apresentou pouquíssima ameaça ao quarterback Alex Smith, contribuindo para sua grande atuação.

Os Chargers enfrentam o Jacksonville Jaguars no Qualcomm Stadium em busca de sua primeira vitória atuando em seus domínios. Já a equipe dos Chiefs pegam o embalado Houston Texans fora de casa.

Oakland Raiders (1-0) 35 @ 34 (0-1) New Orleans Saints

Após decisão ousada, os Raiders conquistaram uma vitória fora de casa contra um Drew Brees inspirado (como sempre). O quarterback Derek Carr conduziu a equipe do Oakland Raiders a 22 pontos no último quarto, conquistando a improvável vitória. Seu principal alvo no jogo aéreo, Amari Cooper teve 137 jardas conquistadas em 6 recepções. Porém a vitória veio pelas mãos do WR Michael Crabtree após conversão de 2-PT faltando 47 segundos para o fim do jogo.

New Orleans demonstrou que sua última temporada será o reflexo da nova, um jogo aéreo forte capitaneado pelo QB Drew Brees e uma secundária que cede inúmeras jardas para o adversário. Brees anotou 4 TD além de 423 jardas conquistadas, inflando a estatísticas de seus wide receivers Willie Snead e Brandin Cooks, com 172 e 143 jardas respectivamente.

Os Saints tentam se recuperar diante do New York Giants no MetLife Stadium, casa de Eli Manning e companhia. Enquanto isso os Raiders fazem um jogo duro contra o Atlanta Falcons em Oakland.

Cincinnati Bengals (1-0) 23 @ 22 New York Jets (0-1)

Mais uma partida resolvida nos segundos finais, o kicker de Cincinnati Mike Nugent converteu um chute de 47 jardas faltando 54 segundos para o fim do jogo, decretando números finais a partida. Os Bengals não ofereceram muita proteção para seu quarterback Andy Dalton (foram 7 sacks sofridos), porém o mesmo teve uma grande performance quando solicitado, completando 23 passes de 30 tentados, além de 366 jardas aéreas.

Os Jets mostraram sua cara e o que deve ser a marca registrada da equipe ao longo da temporada, um forte e eficiente pass rush. A pressão sobre o QB adversário facilita as vitórias, porém o ataque tem que contribui com pontuação. Na primeira semana vemos um Ryan Fitzpatrick irregular, dependendo basicamente das jogadas de seu RB Matt Forte, e essa provavelmente será a sina da equipe na temporada 16-17.

A equipe encara o Buffalo Bills fora no próximo Thursday Night Football. Já o Cincinnati Bengals vão até a casa do Pittsburgh Steelers no domingo.

Cleveland Browns (0-1) 10 @ 22 Philadelphia Eagles (1-0)

Em jogo de estreias de quarterback, o calouro estrante dos Eagles levou a melhor. Carson Wentz conseguiu o que poucos imaginavam em sua primeira temporada, conduzir um ataque da NFL a vitória. Não pode deixar-se iludir, o QB ainda necessita de evolução, nada como uma linha ofensiva sólida para ajudá-lo nesse processo. O jogo terrestre com Ryan Mathews no backfield funcionou bem, abrindo espaço para as demais jogadas ofensivas.

Pelo lado dos Browns, o alerta está ligado, o quarterback Robert Griffin III não teve uma boa atuação e ainda por cima, se lesionou na partida. É esperado que ele perca de 4 a 5 semanas na melhor das situações. Ao que tudo indica, a primeira escolha do Draft de 2017 será de Cleveland.

Na segunda semana o Cleveland Browns enfrentará o Baltimore Ravens em casa, enquanto o Philadelphia encara o Chicago Bears no Soldier Field.

Minnesota Vikings (1-0) 25 @ 16 Tennessee Titans (0-1)

Os Vikings demonstraram logo na primeira semana o quão forte sua defesa pode ser, forçando o adversário a cometer erros, foram 13 pontos somente da defesa. Após a contusão do quarterback titular Teddy Bridgewater, o ataque de Minnesota se tornou unidimensional, entregar a bola para as corridas de Adrian Peterson. O RB foi completamente anulado pela defesa dos Titans, e coube ao WR Stefon Diggs ser a válvula de escape do pouco inspirador reserva Shaun Hill.

Os Titans sofreram com a imponente defesa de Minnesota. O quarterback segundanista Marcus Mariota, se virou como pode e conduziu o ataque a boas campanhas. Porém os pontos cedidos pela ofensiva foram determinantes para o placar da partida. O jogo terrestre tão temido antes do inicio da temporada pouco produziu, principalmente o RB calouro Derrick Henry que atuou em apenas 5 carregadas.

Os Titans tentam reverter a má impressão contra o Detroit Lions fora de casa. Já o Minnesota Vikings do técnico Mike Zimmer, terá a missão de parar Aaron Rodgers e o Green Bay Packers. Será estreia da nova casa de Minnesota, o U.S. Bank Stadium.

Miami Dolphins (0-1) 10 @ 12 Seattle Seahawks (1-0)

O Seattle iniciou bem a busca pelo Superbowl LI vencendo os Dolphins em Miami. Sem Marshall Lynch no backfield, o quarterback Russell Wilson sofreu um fumble e uma interceptação no jogo. Ainda assim, conseguiu passar para 258 jardas em 27 passes completados (foram 43 tentativas), além do touchdown da vitória, após passe de 2 jardas para o wide receiver Doug Baldwin na endzone, faltando apenas 31 segundos no relógio.

Já os Dolphins contou com um TD corrido de seu quarterback Ryan Tannehill, mas os 5 sacks cedidos pela linha ofensiva prejudicaram em muito as pretensões dos golfinhos. Linha ofensiva essa de que era esperada uma melhora após a chegada de Laremy Tunsil, escolha de 1ª rodada de Miami neste draft.

Na semana 2, o Seattle Seahawks viaja até Los Angeles para enfrentar os Rams. Já a equipe do Miami Dolphins viaja até a Nova Inglaterra para enfrentar o New England Patriots.

New York Giants (1-0) 20 @ 19 Dallas Cowboys (0-1)

Em Arlington, os Giants contaram com o retorno de Victor Cruz para vencer o time texano neste domingo. O wide receiver não atuava pela equipe do Giants desde outubro de 2014, e fez apenas 6 jogos nas últimas duas temporadas. Cruz esteve bem em seu retorno, conseguindo 4 recepções para 34 jardas, incluindo um TD. Eli Manning também teve bom desempenho, passando 18/29 para 207 jardas, incluindo 3 touchdowns e 1 interceptação, com bom rating de 110.3.     

Pelo lado do Dallas, o calouro Dak Prescott assumiu a posição de QB1 do time após a lesão de Tony Romo e fez uma partida mediana. A 135ª escolha geral do draft passou 25/45 para 227 jardas, a maior parte delas para o TE Jason Witten (66 jardas em 9 conexões) e o WR Cole Beasley (65 jardas em 8 conexões).

No próximo domingo os Giants recebem, em Nova Iorque, a equipe do New Orleans Saints. Já o Dallas Cowboys viaja até a capital americana para enfrentar o Washington Redskins.

Detroit Lions (1-0) 39 @ 35 Indianapolis Colts (0-1)

E um dos melhores jogos da rodada, o Detroit voltou de Indianapolis com a vitória. A equipe de Andrew Luck virou a partida faltando 37 segundos para o fim do jogo fazendo 35×34, mas após boa e rápida campanha do ataque, Detroit conseguiu retomar a liderança faltando 4 segundos com um FG de 43 jardas convertido por Matt Prater. E o time de especialistas do Colts, após o kickoff, tentou retorno para vencer o confronto, mas o rugby da equipe não funcionou e eles acabaram sofrendo um safety.

Grande atuação de Matthew Stafford, que completou 31 dos 39 passes tentados na partidas para 340 jardas, sendo 3 touchdowns e obtendo rating de 128.6. Andrew Luck também foi muito bem, conseguindo conectar 31 dos 47 passes, com ganho total de 385 jardas e 4 TDs. Phillip Dorsett também se destacou, com o wide receiver segundanista conseguindo 4 recepções para 94 jardas.

Na semana 2, os Lions recebem o Tennessee Titans em Detroit. O Indianapolis Colts viaja até Denver para enfrentar a altitude e os Broncos.

New England Patriots (1-0) 23 @ 21 Arizona Cardinals (0-1)

Mesmo sem Tom Brady e Rob Gronkowski, os Patriots demonstraram sua força e venceram fora de casa os Cardinals no Sunday Night Football. O reserva Jimmy Garopollo, em sua terceira temporada na NFL, foi muito bem, passando 24/33 para 264 jardas, conseguindo bom rating de 106.1 e 1 TD. Julian Edelman foi o melhor alvo de Garopollo na noite, conseguindo 7 recepções para 66 jardas. O running back LeGarrette Blount também foi importante, carregando a bola 22 vezes para um ganho de 70 jardas, incluindo 1 TD.        

Do lado do Cardinals, Carson Palmer teve uma boa atuação passando 24/37 para 271 jardas incluindo 2 touchdowns, ambos para Larry Fitzgerald. David Johnson foi uma boa arma no jogo corrido, com 16 tentativas para 89 jardas.

Na semana que vem, os Patriots recebem o Miami Dolphins em New England, e os Cardinals recebem o Tampa Bay Buccaneers em Arizona.

Mateus Maia

Estudante de jornalismo da UFOP e fanático pelo mundo dos esportes. Tudo na vida é certeiro, menos o chute de 27 jardas do Blair Walsh

%d blogueiros gostam disto: