Turnover – Fim da linha para RGIII?

Ser um quarterback de sucesso na NFL é tarefa para poucos. Se manter na Elite é tarefa ainda mais difícil. O que não faltam são exemplos de “One hit wonder” na NFL, jogadores que chegaram até a vencer um Superbowl e depois nunca mais conseguiram ser grande coisa na liga. Porém, quando você começa a cair de rendimento, suas chances vão diminuindo, se esvaindo, até que nenhuma franquia abrirá as portas para você. É contra isso que Robert Griffin III tenta lutar, mas aparentemente, não terá sucesso na batalha.

RGIII estreou na liga em 2012, após ser selecionado na segunda escolha geral do Draft daquele ano pelo Washington Redskins. Ele e Andrew Luck eram os grandes nomes daquela seleção e existia a dúvida de quem seria escolhido primeiro. Numa temporada de estreia brilhante, RGIII levou os Redskins aos playoffs depois de vários anos de ausência da franquia, mas acabou sendo eliminado pelo Seattle Seahawks. Coincidentemente num jogo onde ele lesionou o joelho e acabou jogando no sacrifício a partida. Foi a temporada em que o QB mais atuou (15 partidas).

Na temporada seguinte, sua produção já caiu drasticamente. Os Redskins viram o número de TD’s caírem, os de turnorvers subirem e os jogos em que ele atuou já diminuíram de 15 para 13. Em 2014, nova queda, sendo colocado na reserva pelo mau desempenho. No ano passado, RGIII nem chegou a atuar, perdendo definitivamente o posto de titular para Kirk Cousins. Parecia que o ostracismo havia chegado, mas os Browns resolveram apostar em RGIII.

Veio a temporada 2016 e no primeiro jogo, Griffin sai lesionado. Diagnóstico: no mínimo 8 semanas fora e o jogador é designado para a lista dos contundidos. Daqui a 3 ou 4 semanas ele será reavaliado e corre um sério risco de perder a temporada. Provavelmente, a sua última chance de ser um franchise quarterback.

Sabe-se que o estilo de jogo de RGIII é arriscado, com muitas corridas, passes fora do pocket e trombadas desnecessárias. Também já ficou claro que a saúde dele não é das maiores. Como confiar o destino de uma equipe nas mãos de um jogador que não é confiável, que nunca jogou uma temporada regular inteira? É aí que mora o perigo. Quando o Browns se der conta disso é porque todas as outras 31 franquias já perceberam esse problema. Talvez estejamos vendo o fim da linha para RGIII.

Overrated:

Carson Wentz estreou pelos Eagles com uma vitória de 29 x 10 diante dos Browns. O novo QB na Filadélfia lançou para 278 jardas e dois TD’s. Ainda assim, Wentz alternou passes brilhantes com alguns bizarros. Isso contra uma equipe mais organizada poderá ser fatal. Portanto, contenham-se torcedores dos Eagles.

Underrated:

Victor Cruz voltou a marcar um Touchdown e a dançar salsa. O camisa 80 dos Giants teve uma atuação discreta: 4 recepções e 34 jardas. Mas num ataque aéreo sob comando de Eli Manning e com opções como Sterling Shepard, Larry Donell e Odell Beckham Jr., poderemos ter muita salsa na temporada.

%d blogueiros gostam disto: