Vem de 5: Expectativas para a temporada da NFL

Feliz ano novo! Não, não estou louco. Mas, para nós, doentes pela NFL, o ano novo sempre é a data de início da temporada do futebol americano. Depois de longos meses desde o SuperBowl 50, que terminou com título do Denver Broncos sobre o Carolina Panthers, finalmente voltaremos a bola oval ser lançada novamente para muitos touchdowns, tackles, interceptações e corridas monstruosas. E logo de cara teremos hoje a reedição da última final sem Peyton Manning nos Broncos (aposentadoria) e Josh Norman nos Panthers (saiu para o Redskins). Vamos aqui então elencar cinco expectativas para a temporada.

Vida sem Peyton Manning
Começo com uma expectativa individual minha (mas que pode ser a mesma de outros). Minha paixão pela NFL ocorreu na época em que Peyton era o QB dos Colts e por isso torço pela equipe de Indianápolis. Mesmo assim, acompanhava de perto os Broncos depois de sua saída. Dias de jogos televisionados de Manning era sempre uma ansiedade grande para mim, principalmente os do prime-time. Como será acompanhar a NFL agora que o ídolo se aposentou? Terei o mesmo afinco em assistir os jogos e acompanhar o noticiário que tinha nas últimas temporadas. Confesso que estou curioso sobre esse impacto na minha rotina.

Impacto das rodadas sem Brady para os Patriots
Finalmente Tom Brady irá cumprir a suspensão de quatro jogos decorrida do caso do DeflateGate (Final da AFC da temporada retrasada onde o QB dos Patriots foi condenado por acorbertar / liderar o processo de murchar as bolas do confronto). Garappolo será o responsável por conduzir a equipe nesse período. Estará preparado? Se começarem 0-4, Tom Brady conseguirá reverter a situação no restante da temporada? Dependendo do impacto desses jogos no recorde final, como ficará os playoffs para New England?

Vikings sem Bridgewater
Estádio novo, time que foi bem na temporada passada vencendo a divisão e boa off season. Tudo certo para o Vikings entrar na lista de Contender ao SuperBowl, certo? Até a contusão do QB Teddy Bridgewater, que o tirou da temporada. Sem o seu signal caller, a diretoria de Minnessota foi audaz e trouxe por um preço bem alto Sam Bradford do Philadelphia Eagles. Será que a primeira escolha do draft de 2010 conseguirá justificar o preço pago por ele? Adrian Peterson, já na reta final da carreira, será mais uma vez decisivo?

Cowboys sem Romo
O Dallas Cowboys tem uma linha ofensiva fantástica e uma defesa muito sólida. Basta o QB ser minimamente confiável para o time ser contender ao SuperBowl correto? O problema é que esse QB há tempos é Tony Romo que, se não entrega a paçoca com interceptações ou lances bizarros, se contude com grande facilidade. E essa temporada não será diferente. Logo no segundo jogo da pré-temporada, Romo se lesionou e perderá de 6 à 10 jogos pelas informações iniciais. Será que Dak Prescott poderá assumir a condição de titular e não perder mais?

A volta para LA
Depois de muita novela e negociações, a NFL finalmente volta para Los Angeles, segundo maior mercado dos EUA (atrás apenas de Nova York). Os Rams deixaram Saint Louis e já investiram pesado no draft para ter a primeira escolha e selecionar Jared Goff para ser o seu frachise player em pouco tempo. Mas ainda iniciará com Case Keenum como titular nos primeiros jogos. Com isso, são grandes as chances de um início irregular da equipe. Quanto tempo a “nova” porém sempre exigente torcida de Los Angeles terá paciência para ver um time competitivo em campo?

E você, o que espera dessa temporada da NFL? Comente com a gente não deixe de acompanhar a cobertura do HTE Sports aqui no site e nas nossas redes sociais (Facebook.com/HTESports e Twitter.com/HTE__Sports).

Marcelo Tadeu Parpinelli

Um cara que gosta de opinar sobre tudo, principalmente daquilo que não conhece e não entende. Aspirante a filósofo nas horas vagas.

%d blogueiros gostam disto: