2 Minute Warning – Campanhas decepcionantes, recordes individuais, e uma DEUSfesa fantástica!

Ano novo, campanhas diferentes!

Realmente chama a atenção como a NFL é dinâmica e a perda de uma peça na equipe faz com que o nível caia drasticamente e as equipes decepcionem em relação a temporada anterior, New York Jets, Cicinnati Bengals,  Carolina Panthers e Arizona Cardinals vem mostrando um football muito diferente do esperado as percas de Reggie Nelson nos Bengals e Josh Norman em Carolina são importantes fatores, já em Nova Iorque e Arizona não se encontra explicação logica.

Quarteback com bom número de jardas passadas é sinônimo de vitória, certo?

Errado, dos 15 melhores passadores da liga nove tem recordes negativos, mais uma vez se prova que ter um ataque equilibrado e uma defesa que não entregue muitos pontos é crucial, do top 5 de jardas três tem campanhas negativas (Andy Dalton, Phillip Rivers, Andrew Luck). Vemos a realidade de Drew Bress onde tem que fazer umas 500 jardas por jogo para ter chance de vitória o mesmo ocorre com Luck e Rivers, preço que se paga por pagar bem um QB elite.

 Tom Brady e a Arte de fazer bons recebedores

Em seu jogo de volta a NFL após a suspensão já fez em um jogo Rob Gronkowski fazer 5 recepções e 109 jardas, lembrando que ele tinha uma recepção apenas. Também fez o TE Martellus Bennett fazer 3 TD no mesmo jogo nunca tinha feitos tantos touchdowns em um jogo só na carreira. E por fim fez o WR Chris Hogan receber para 114 jardas batendo seu recorde de jardas em um jogo na carreira, impressionante a dimensão que Brady trás a equipe.

 De novo Browns?

Depois de Robert Griffin III, Josh McCown, Cody Kessler, Charlie Whitehurst, tudo indica que o WR/QB Terrelle Pryor deve começar a partida caso Kessler não tenha condições ou então o Rookie recém-contratado Kevin Hogan pode ser o 6º quarteback a lançar a bola na equipe em seis jogos, não é atoa que a equipe esta sem vitorias ainda e tem problemas em diversas posições na equipe, certeza que a frist pick do draft vem!

Cosplay dos Bears de 2006?

Sem um ataque que ainda não passa confiança a equipe do Minnesota Vikings liderada por Sam Bradford e sem Adrian Paterson a defesa dos Vikings vem ganhando os jogos sejam com TDs defensivos ou deixando o ataque em boas condições de pontuar, será se chega ao Superbowl repetindo o feito do Bears de 2006? Apenas o tempo vai dizer, mas algumas comparações são cabíveis. Principalmente depois do massacre contra Houston.

Remisson Negreiros

Um brasileiro, louco por NFL e adora uma boa discussão, fala umas groselhas em outros sites. e no twitter @remissonplay10

%d blogueiros gostam disto: