As dez piores contratações do futebol brasileiro em 2016

Uma das maiores expectativas dos torcedores é ver se as contratações que seus clubes fizeram vão render o que é esperado delas. Infelizmente, muitas vezes aquele atleta que chega para resolver, acaba decepcionando. Com a atual temporada chegando ao fim, já é hora de listar as maiores decepções de 2016 no futebol brasileiro.

DAGOBERTO (Vitória)

dagoberto-ecvitoria

Dagoberto chegou ao Vitória no início do ano apresentado com pompas de ídolo. Ao lado de Kieza e Victor Ramos, o jogador foi recebido por cerca de cinco mil torcedores no Barradão e esperava-se que fosse um dos principais nomes do rubro-negro baiano na temporada. No entanto, após 20 jogos disputados, uma assistência e nenhum gol marcado, o contrato foi rescindido e Dagoberto decepcionou no clube nordestino.

ARIEL NAHUELPAN (Internacional)

Ariel

O atacante argentino, que se destacou no futebol brasileiro vestindo a camisa do Coritiba entre 2008 e 2010, chegou ao Internacional para suprir a ausência de um centroavante de ofício no elenco. No entanto, Ariel atuou apenas em nove jogos e marcou um gol. Sucessivas lesões impedem o jogador de ter uma sequência e por isso pode ser considerado uma decepção.

BORGES (América/MG)

Borges

O experiente atacante já vive uma fase de decadência na carreira, mas esperava-se mais de seu futebol no Coelho Mineiro. Borges atuou em 16 jogos, marcando dois gols nos quatro meses em que esteve no América.

GILBERTO (São Paulo)

Gilberto

Gilberto chegou ao São Paulo como um dos candidatos a suprir a vaga deixada pelo argentino Calleri, mas pouco mostrou seu futebol. Foram apenas sete jogos disputados até aqui. O jogador passa mais tempo no departamento médico do que dentro de campo.

DIEGO SOUZA (Fluminense)

diego-souza

Diego Souza voltou ao clube que o revelou para o futebol. A expectativa era alta. Após boa temporada pelo Sport, era esperado que Diego fosse o principal nome do Fluminense. No entanto, apesar de jogar bem nos nove jogos que atuou (marcou quatro gols), Diego Souza não estava se sentindo a vontade e pediu para sair, visando retornar ao Sport.

SÁNCHEZ MIÑO (Cruzeiro)

sanchezmino-cruzeiro-washingtonalves-lightpress-08012016-480

Promissor, Sánchez Miño foi revelado no Boca Juniors e teve uma passagem pelo futebol italiano. No entanto, não foi no Cruzeiro que o atleta se reencontrou. Jogou de lateral, meia, volante… Prejudicado também pelo treinador Paulo Bento, Sánchez Miño deixou a Raposa em junho e não deixará saudades.

THIAGO RIBEIRO (Bahia)

thiago_ribeiro

Fracas atuações e poucos gols. Thiago Ribeiro decepcionou no Bahia. O jogador participou de 23 jogos e marcou dois gols. Desde julho foi afastado do elenco principal do Bahia e, recentemente, revelou que o Bahia está atrasando pagamentos e também que está com depressão. Vixe!

ROGER CARVALHO (Palmeiras)

ITU, SP - 12.01.2016: APRESENTAÇÃO ROGER CARVALHO DO PALMEIRAS - O jogador Roger Carvalho é apresentado como mais novo atleta da SE Palmeiras, em Spa de concentração da equipe. (Foto: Cesar Greco / Fotoarena)

O zagueiro Roger Carvalho veio para o Palmeiras com a expectativa de viver um bom ano, já que subiu com o Botafogo para a Série A em 2015. No entanto, atuou apenas em sete jogos e foi sempre muito criticado.

JUAN SALGUEIRO (Botafogo)

s004868-319

Chegando para tentar repetir o sucesso de Loco Abreu e Lugano no Botafogo, Juan Salgueiro decepcionou. Em 24 jogos até o momento, apenas um gol e fracas atuações. A torcida do Fogão esperava mais do atleta.

NICO LOPEZ (Internacional)

622_4ceb5713-a966-3bc3-ba09-50e8201b6778

Nico Lopez fez uma grande Libertadores pelo Nacional (URU) e era disputado por muitas equipes. Optou pelo Internacional, com quem assinou contrato de quatro anos por 11 milhões de reais. Apesar da fortuna, Nico só jogou 10 vezes e marcou um gol. A má fase do Inter e a escolha de Celso Roth, que claramente não gosta do atleta, prejudicam sua passagem no futebol brasileiro.


Para você, qual a contratação mais decepcionante do futebol brasileiro na temporada? Deixe a resposta nos comentários!

Heider Mota

Baiano, 21 anos, estudante de jornalismo e amante dos esportes. Twitter: @heiderzito

  • falando de futebol

    Nico Lopes com certeza, nunca achei bom jogador, fez mais catimba do q jogar bem na liberta, mas para o brasileiros era craque, ai quebraram a cara

  • Felipe pereira

    Diego souza jogou bem no fluminense não era pra está nessa listra

%d blogueiros gostam disto: