HOSPÍCIO #83 – Oswaldo de Oliveira de volta

Tite. Carille. Cristóvão Borges. Carille. E, agora Oswaldo de Oliveira. Em 2016, o Corinthians conseguiu trocar tantas vezes de técnicos quanto trocou nos últimos 8 anos. Oswaldo de Oliveira vem pela conta do presidente Roberto de Andrade em risco, com um Mundial, um Paulistão e um Brasileiro. Mesmo com o histórico, os últimos trabalhos do irmão do Sr. Waldemar não foram bons. Inclusive, o atual trabalho no Sport é muito contestado.

hospício

Roberto de Andrade bancou Oswaldo de Oliveira. Assim como não contratou Mano Menezes e deu espaço para Cristóvão Borges. O técnico chega ainda para esse ano. A parte positiva é que poderá conhecer o elenco e indicar contratações para o ano próximo, já que 2016 parece perdido. A parte negativa é que sua chegada não é uma unanimidade, nem entre os torcedores, nem entre os dirigentes, visto que há a iminência da saída de Edu Ferreira e Alessandro por conta dessa contratação.

No Sport, Oswaldo teve 34 jogos, 9 vitórias, 9 empates e 16 derrotas, com 35,3% de aproveitamento. Um péssimo retrospecto. Nas suas duas passagens pelo Corinthians (2000 e 2004), ficou no comando por 112 jogos, conquistou 58 vitórias, 21 empates e 31 derrotas, 58% de aproveitamento; conquistou 3 títulos, todos eles na primeira passagem.

Resta à torcida, mais uma vez, apoiar. A paciência já está esgotada, a pressão será gigantesca para cima dele. Teremos mais algumas rodadas no Brasileirão e a Copa do Brasil. Maus resultados trarão insatisfação para a torcida, mas isso não é culpa dela, mas sim de todo o decorrer do ano que a mesma aguentou tudo o que ocorreu.

Thiago Cunha Martins

Paulistano, alvinegro, co-fundador e Diretor-geral do HTE Sports. Jornalismo por paixão, Psicologia por vocação. Adorador do futebol e tudo o que o rodeia. Fã curioso da NFL, UFC e eventual seguidor de outros esportes

%d blogueiros gostam disto: