João Saldanha, eu cheguei! Brasil 2 x 0 Peru

E na madrugada do dia 16/11/2016, o Brasil escreve história em Lima, no Peru. Tite chega a sexta vitória em seis jogos junto a seleção brasileira, igualando assim ao recorde de João Saldanha de vitórias consecutivas em Eliminatórias. Com a vitória, o Brasil ficou apenas a um ponto para garantir a classificação para a Copa do Mundo de 2018. A distância para o segundo colocado das eliminatórias, o Uruguai, já é de 4 pontos.

A vítima da vez foi o Peru. Em um jogo que começou tenso, com uma leve pressão dos donos da casa, o Brasil foi conseguindo se encontrar em campo e marcou os gols da vitória no segundo tempo. Em um jogo onde Neymar não estava nos seus melhores dias, o grupo mostrou não ter mais a tal “Neymardependência” e outras soluções surgiram dos pés do habilidoso Philippe Coutinho, do talentoso Renato Augusto e do decisivo Gabriel Jesus.

A seleção começou tomando um susto, com uma bola na trave que poderia ter mudado a história do jogo. A bola na trave deu moral aos anfitriões que dominavam as ações do jogo, até que em um bom contra-ataque iniciado em um excelente passe de Gabriel Jesus, o Brasil deu o primeiro susto no Peru. A partir dali a seleção peruana se acuou e a seleção canarinho conseguiu dominar as ações no campo de ataque, ditando o ritmo de jogo e mantendo a posse de bola. Entretanto, a primeira etapa terminou sem grandes chances claras de gol para a seleção brasileira.

O segundo tempo veio em um panorama semelhante, com o Peru buscando no início do jogo dominar as ações ofensivas, porém o Brasil manteve a tranquilidade durante todo o jogo, e com bola no pé e paciência, foi novamente controlando a partida, até que em um vacilo da defesa peruana, Gabriel Jesus aproveitou a sobra e chutou com categoria para abrir o placar, se tornando assim o artilheiro da seleção brasileira na competição com 5 gols em 6 jogos. E foi dos pés do menino Jesus que o segundo gol surgiu. Outra bola sobrou para ele dentro da área, mas dessa vez ele deixou Renato Augusto na boa para com grande categoria mandar para as redes e dar números finais a partida. O Brasil ainda teve chances claras de ampliar o resultado, mas ficou mesmo 2×0.

O Brasil só retorna aos gramados agora no final de março, quando vai até Montevidéu enfrentar o Uruguai que não terá Luiz Suárez, que tomou o segundo amarelo e está suspenso. A seleção brasileira não perdeu ninguém por suspensão e já nos deixa ansioso para esse jogo, onde em caso de vitória o Brasil abriria 7 pontos de vantagem e já garantiria com folga a vaga na Copa da Rússia, além de poder retornar ao primeiro lugar no ranking da FIFA. É excelente o momento da nossa seleção, vemos que temos material humano para ter um grande plantel e por isso vamos forte para 2017. Esse último jogo no ano mostrou que mesmo nos momentos adversos em campo, a seleção manteve a bola no chão para buscar o almejado gol. Agora um tempo sem seleção, Tite certamente buscará estar próximo de seus protagonistas e podemos esperar uma seleção ainda mais forte pro ano que vem. Já diria Fernando Vanucci: A Rússia é logo ali!

Elvis Fernando

20 anos, estudante de Engenharia na Universidade Federal do ABC. Apaixonado por esportes e isso me mantém firme dentro do HTE Sports. Fundador da marca HTE.

%d blogueiros gostam disto: