Turnover – Playoffs à caminho AFC

Quais as primeiras impressões desta reta final de temporada? Que time vem forte na luta pela pós temporada? Quem já está garantido? Vamos analisar a situação das equipes que ainda tem chances matemáticas de Playoffs.

A porcentagem de classificação aos Playoffs é medida pelo site footballoutsiders.com.

AFC East

New England Patriots 8-2 (2nd Seed) 98.4%

Fazendo boa temporada, até mesmo quando Tom Brady estava fora, o New England Patriots já está praticamente garantido como líder de sua divisão. Apesar de contusões no ataque e questionamentos na defesa, a equipe de Bill Belichick tem o recorde 8-2 e enfrenta um calendário mediano até o final da temporada. Dois jogos contra o irregular New York Jets e confrontos contra Denver Broncos e Miami Dolphins fora de casa, estes que são os prováveis principais desafios.

Miami Dolphins 6-4 (7th Seed) 55.5%

Falando sobre os Dolphins, a equipe vem forte nessa reta final, com o recorde de 6-4, a equipe do técnico Adam Gase conseguiu se recuperar após iniciar a temporada com 4 derrotas em 5 partidas. Com um jogo terrestre consistente e uma linha ofensiva que protege seu quarterback, os Dolphins podem surpreender nessa luta pela pós-temporada. O calendário permite essa classificação, jogos contra o 49res, Jets e Cardinals podem ajudar nessa arrancada. O que definirá os rumos de Miami  serão os confrontos divisionais: Buffalo Bills fora e New England Patriots no Hard Rock Stadium.

Buffalo Bills 5-5 (10th Seed) 22.5 %

Buffalo Bills mantém as suas chances de Playoffs após vitória na última semana. A franquia possui uma equipe qualificada porém demonstra muita irregularidade nesta temporada, outrora ganha quatro partidas consecutivas, outrora perde em três confrontos seguidos, pode-se esperar de tudo da equipe de Rex Ryan. O calendário ajuda (e muito) nessa possível reação, confrontos em casa contra os Browns, Dolphins e Jaguars, além dos Jets em New York, são partidas em que os Bills tem altas chances de sair vitorioso. Steelers e Raiders são os confrontos complicados. Se o ataque apresentar o seu verdadeiro potencial, a equipe de Buffalo pode ficar com essa vaga no Wild Card e surpreender equipes com campanhas melhores até agora.

AFC North

Baltimore Ravens 5-5 (4th Seed) 34.6 %

Baltimore Ravens lidera a sua divisão graças a incompetência das outras equipes da AFC North (e o confronto direto vencido contra os Steelers, claro). Ponto forte dos Ravens nesta temporada é a sua defesa, nº1 enfrentando o jogo terrestre e a sétima melhor em jardas aéreas cedidas. Em contra partida, o quarterback Joe Flacco tem tido dificuldades em conduzir o ataque dos Ravens, além de apresentar um rating pífio de 80.0. A tabela dos Ravens é complicadíssima nesta reta final, o único confronto contra equipes em recorde negativo é o Cincinnati Bengals duas vezes, que mesmo devendo nesta temporada é de longe uma das piores equipes da liga. New England Patriots e Pittsburgh Steelers fora de casa, além de Philadelphia Eagles e Miami Dolphins. A classificação para a pós temporada é visto como improvável para Joe Flacco e companhia.

Pittsburgh Steelers 5-5 (8th Seed) 57.6 %

Favorito ao Super Bowl antes do início da temporada, os Steelers vêm demonstrando grande irregularidade em suas atuações, com algumas apresentações dominantes e outras pífias semana a semana. Apesar do badalado trio ofensivo com Ben Roethlisberger, Antonio Brown e Le’Veon Bell, os Steelers tem apenas o 12º ataque da liga, longe do que se esperava da equipe. Os próximos jogos dão totais condições a franquia conquistar o título de divisão e consequentemente uma vaga no Wild Card, nenhum dos confrontos é contra as equipes TOP 5 da liga, oferecendo chance de vitória em todos os jogos restantes. Colts e Bills são os principais jogos fora de casa, os Steelers ainda podem ter dificuldades contra os Giants e os Ravens em seu mando de campo. Resumindo: Jogos que não assustam uma equipe com grandes astros em uma classificação à pós temporada.

Cincinnati Bengals 3-6-1 (13th Seed) 10.1 %

Outro bom elenco que não condiz com seu recorde na temporada, o Cincinnati Bengals vem sofrendo com contusões neste ano. Novas baixas foram confirmadas nesta semana: A.J. Green e Giovani Bernard estão fora da temporada, dois jogadores com grandes importâncias deste ataque. Apesar de quatro jogos contra adversários de divisão, além de confrontos contra Eagles e Texans, os Bengals precisam de boas exibições para uma improvável classificação e sem os seus melhores jogadores fica complicado ensaiar uma reação.

AFC South

Houston Texans 6-4 (3rd Seed) 53.2 %

Grandes contratações para o ataque marcaram a offseason do Houston Texans, consequentemente, muito se esperava dessa unidade. Não é o que vem se apresentando nesta temporada, muita irregularidade do QB Brock Osweiler se traduz no 5º pior ataque em jardas. A defesa vem compensando a outra unidade, 5ª melhor em jardas cedidas sendo a 4ª mais eficiente contra o passe. Os próximos jogos e a fraca divisão auxiliam na perseguição aos Playoffs, confrontos contra equipes que não estão se classificando a pós temporada refletem a inexistência de dificuldade em seu calendário. Chargers, Packers e Colts são os próximos confrontos do Houston Texans, justamente os mais complicados até o final da temporada regular. Nas próximas semanas ficará mais claro se os Texans estarão realmente disputando a pós temporada.

Indianapolis Colts 5-5 (9th Seed) 33.5 %

Que Andrew Luck é um grande quarterback são se discute, a grande questão em Indianápolis são as peças aos seu redor. A campanha dos Colts nesta temporada só não é tão decepcionante porque já havia uma previsão das atuais dificuldades da equipe. A defesa é 3ª pior da liga em jardas cedidas, o ataque até que tenta compensar a fragilidade da outra unidade, porém não tem sido suficiente. Andrew Luck poderia estar apresentando números melhores, talvez a ineficiência da linha ofensiva venha minando seu desempenho, o quarterback sofre incríveis 3,5 sacks por jogo. Em relação ao seu calendário, os Colts enfrentam apenas 2 adversários de sua divisão, o fraco Jaguars e os Texans (jogo de grande importância para conquistar a AFC South). Jogos fora de casa contra Vikings e Raiders podem complicar o caminho dos Colts, que ainda pegam os Steelers em casa. Calendário mediano que obriga melhores atuações da defesa para uma classificação aos Playoffs.

Tennessee Titans 5-6 (11th Seed) 16.6 %

A derrota para os Colts na última semana dificultou e muito a perseguição do Tennessee Titans à pós temporada. A franquia tem atualmente o 7º melhor ataque da liga, méritos para o trabalho do quarterback segundanista Marcus Mariota e o jogo corrido montado pelo técnico Mike Mularkey. Apesar de um desempenho defensivo ruim, já era esperado uma dificuldade desta unidade que não possui grandes nomes. Os Titans têm apenas 5 jogos para alcançar a pós temporada, a vitória em todos eles seriam fundamental para a conquista desse objetivo, algo bem improvável devido aos confrontos contra Broncos e Chiefs.

Jacksonville Jaguars 2-8 (15th Seed) 0.5%

Só um milagre leva os Jaguars para a pós temporada. Amém.

AFC West

Oakland Raiders 8-2 (1st Seed) 89.4 %

Sensação da temporada e com seu quarterback sendo cogitado MVP, o Oakland Raiders vêm forte na briga pela melhor campanha de toda AFC. A ofensiva comandada pelo QB Derek Carr têm tido grandes apresentações, consistente tanto no jogo aéreo quanto correndo com a bola. A defesa é atualmente a 4ª pior em jardas, com 393.6 por jogo, apesar de atuações cada vez melhores da unidade, liderados pelo DE Khalil Mack. Aliados a uma divisão extremamente competitiva, o calendário dos Raiders não é nada agradável. Os próximos jogos contra adversários de divisão serão todos fora de casa, e os Raiders tem um jogo contra cada um deles. O restante serão todos no Oakland Alameda Coliseum contra adversários que ainda possuem chances de Playoffs como Bills e Colts.

Kansas City Chiefs 7-3 (5th Seed) 62.6%

A surpreendente derrota em casa do Kansas City Chiefs na última semana pode trazer grandes prejuízos se a intenção da equipe for vencer a divisão. Os Chiefs fazem bela temporada, batendo de frente contra equipes com grandes astros em uma divisão considerada a mais difícil de toda NFL. Os comandados do técnico Andy Reid se destacam por uma defesa extremamente agressiva, que força em média 1,8 fumbles por jogo e um ataque conservador que caminha bem pelo campo geralmente pontuando em suas campanhas. O final do calendário dos Chiefs é um dos mais difíceis de toda liga, 4 dos 6 próximos jogos são contra equipes TOP 5 da NFL. Essa situação é ironicamente diferente de várias outras franquias, não é necessário uma melhora de atuações, o jogo dos Chiefs já é muito eficiente, a dificuldade fica em enfrentar grandes adversários como: Denver Broncos (duas vezes), Atlanta Falcons e Oakland Raiders.

Denver Broncos 7-3 (6th Seed) 62.2%

A defesa dos Broncos, a 4ª melhor da NFL em jardas cedidas, ainda é o ponto forte da equipe comandada por Gary Kubiak. O ataque guiado por Trevor Siemian começou bem a temporada, mas sofreu uma queda de rendimento após a lesão do segundanista, que não consegue repetir as boas atuações. Os Broncos enfrentam um difícil calendário até o final da temporada, com 3 duelos complicados dentro da divisão: Kansas City Chiefs (duas vezes), Jacksonville Jaguars, Tennessee Titans, New England Patriots e Oakland Raiders. De consolo, resta citar que os confrontos contra Oakland e New England serão em Mile High.

San Diego Chargers 4-6 (12th Seed) 3.2%

Ao contrário dos outros times com chances mínimas de Playoffs temos muito o que falar do San Diego Chargers. Os Chargers tem o 8º melhor ataque da NFL, com 378.1 jardas por jogo e apesar do recorde negativo, teve chances reais de vencer todas as partidas que saiu derrotado. A defesa acrescentou um grande nome para o pass rush, o rookie Joey Bosa, que tem mostrado serviço, aliado ao trabalho do QB Phillip Rivers. O calendário é sem dúvidas o mais tranquilo entre seus adversários da AFC West, equipes sem pretensões na temporada como Browns, Panthers e Buccaneers são alguns dos confrontos. Apesar disso uma classificação é considerada quase impossível, San Diego tem a obrigação de vencer todos os próximos confrontos, inclusive contra os qualificados Raiders e Chiefs.

Mateus Maia

Estudante de jornalismo da UFOP e fanático pelo mundo dos esportes. Tudo na vida é certeiro, menos o chute de 27 jardas do Blair Walsh

%d blogueiros gostam disto: